Últimas notícias
Senegal - 
Artigo publicado em 08 de Fevereiro de 2011 - Atualizado em 08 de Fevereiro de 2011

FSM denuncia neocolonialismo em África

Logo do Fórum Social Mundial
Logo do Fórum Social Mundial
fsm2011.org

Neidy Ribeiro

Após cinquenta anos de independência  da maioria das ex-colonias, o Fórum Social Mundial-FSM- a decorrer na capital senegalesa, Dacar, denunciou a possibilidade do neocolonialismo regressar a África .

O alerto foi dado pelas organizações não governamentais (ONG's), Enda e Oxfam, que denunciaram a "apropriação de terras por grupos estrangeiros, europeus, asiáticos" e também por "africanos ricos".

Ainda segundo um responsável, de umas das ONG's "de acordo com um relatórios do Banco Mundial, entre agosto de 2008 e outubro de 2009, cerca de 42 milhões de hectares foram adquiridos nos países do sul. Mas os investidores do norte e elites do sul envolvidas nestas aquisições têm fins predominantemente especulativos sem investir na agricultura".

O FSM decorre até sexta-feira e pretende reavivar a agricultura familiar no continente africano e, ao mesmo tempo, assegurar a independência alimentar.

Quem marcou presença, pela segunda vez, no Fórum Social Mundial, foi Lula da Silva, ex chefe de estado brasileiro reunido com o seu homólogo, Abdoulaye Wade, Lula da Silva criticou o capitalismo, neoliberalismo e referiu que os países ricos devem ajudar o continente africano a desenvolver o setor agrícola .

Com a colaboração do nosso correspondente em Dacar, Cândido Camara.

 

Correspondência, Cândido Camara
 
08/02/2011
 
 

tags: Abdoulaye Wade - África - Fórum Social Mundial - Luiz Inácio Lula da Silva - Senegal
Comentários
Comente este artigo
O conteúdo deste campo é privado e não irá ser exibido publicamente.
To prevent automated spam submissions leave this field empty.
CAPTCHA
Esta pergunta serve para diferenciação entre computadores e humanos contra os ataques de spams. Automated spam submissions.
Close