Últimas notícias
África Lusófona - 
Artigo publicado em 04 de Julho de 2011 - Atualizado em 04 de Julho de 2011

Luanda expulsa trabalhadores portugueses

Luanda, capital angolana
Luanda, capital angolana
Erik Cleves Kristensen/Wikipédia

RFI

Grupo de 42 portugueses vai ser expulso de Luanda, Angola, por se encontrarem a trabalhar no país de forma irregular e com visto de turista. Uma situação que volta a agitar as relações entre Luanda e Lisboa.

Quarenta e dois cidadãos portugueses que trabalham numa empresa de construção civil lusa foram detidos, durante o fim de semana em Luanda, por exercício de actividade remonerada sem visto de trabalho.

Os serviços de migração estrangeira em Angola anunciaram que os cidadão portugueses serão expulsos do país, pagando cada uma multa de mil dolares. Já a empresa, que os contratava,  vai pagar uma multa que rondará os cinco mil dolares, por cada trabalhador que se encontrava em situação ilegal.

Recorde-se que, já neste sábado,  foi detido no aeroporto de Luanda um português com 32 passaportes para funcionários da empresa Prebuild, mas o detido não pertence à firma.

Segundo o porta-voz do serviço de migração estrangeira em Angola, Simão Milagre, a rede ilegal de vistos contava com a ajuda de um elementos dos serviços no aeroporto, que carimbava e actualizava o processo de entradae saída nos passaportes.

Entretanto, instituições diplomáticas e religiosas, em Luanda, tem protestado junto das autoridades angolanas devido às dificuldades migratórias na obtenção de visto de trabalho para Angola.

 

Correspondência de Luanda
 
04/07/2011
 
 

Com a colaboração do nosso correspondente em Luanda, Avelino Miguel.

tags: África - África Lusófona - Angola - Portugal
Comentários
Comente este artigo
O conteúdo deste campo é privado e não irá ser exibido publicamente.
To prevent automated spam submissions leave this field empty.
CAPTCHA
Esta pergunta serve para diferenciação entre computadores e humanos contra os ataques de spams. Automated spam submissions.
Close