Guiné-Bissau - 
Artigo publicado em 30 de Junho de 2012 - Atualizado em 02 de Julho de 2012

CEDEAO vai ajudar a Guiné-Bissau

AFP FOTO/ ISSOUF SANOGO

Neidy Ribeiro

O presidente de Transição na Guiné Bissau, Serifo Nhamadjo, disse que a Comunidade dos Estados Económicos da África Ocidenta levantou as sanções à Guiné-Bissau e vai ajudar financeiramente o país.

As declarações foram feitas durante a sua escala em Dakar, no Senegal. O presidente do Governo de Transição na Guiné Bissau, Serifo Nhamadjo,  afirmou que a CEDEAO levantou as sanções à Guiné-Bissau e vai ajudar financeiramente o país e falou ainda da situação do Mali.

Serifo Nhamadjo, Presidente de Transição da Guiné-Bissau
 
30/06/2012
 
 

 

O Mali foi outro dossier que dominou a ordem dos trabalhos da Cimeira da CEDEAO- foi a o MAli, Mamadou Jao, director do Instituto Nacional e Pesquisa na Guiné-Bissau comenta a possibilidade da CEDEAO enviar uma força de estabilização para o Mali.

Mamadou Jao, director do Instituto Nacional e Pesquisa na Guiné-Bissau
 
30/06/2012
 
 

Com a Colaboração do nosso correspondente em Dacar, Cândido Camara.

 

 

 

 

tags: África - África Lusófona - CEDEAO - Guiné-Bissau - Mali - Sanções
Comentários (1)

Saudações

Quero saudar a CEDEAO pelo esforço que tem feito para ajudar a Guiné Bissau, a restabelecer a ordem e a paz. Ajudar esse povo sofrido e explorado, nunca é demais. O povo tem o direito de ser esclarecido. Este governo de transição, deve explicar ao cidadão da Guiné Bissau, a sua missão e aproveitar para fazer um recenseamento sério, para que todo o cidadão tenha direito a votar.
Parabéns pelo vosso trabalho. Não desistam.

Comente este artigo
O conteúdo deste campo é privado e não irá ser exibido publicamente.
To prevent automated spam submissions leave this field empty.
CAPTCHA
Esta pergunta serve para diferenciação entre computadores e humanos contra os ataques de spams. Automated spam submissions.
Close