Angola - 
Artigo publicado em 03 de Agosto de 2012 - Atualizado em 03 de Agosto de 2012

Ex-militares voltam a pressionar Presidência de Angola

José Eduardo dos Santos, presidente de Angola
José Eduardo dos Santos, presidente de Angola
AFP FOTO / STEPHANE DE SAKUTIN

Cristiana Soares

A Comissão de Ex-Militares Angolanos entregou, esta sexta-feira, na Presidência angolana, um documento com as problemáticas que afectam este segmento. Os ex-militares dão perto de duas semanas ao executivo para resolver a questão.

O Estado angolano tem até ao dia 15 de Agosto para dar seguimento ao documento entregue hoje pela Comissão de Ex-Militares Angolanos (COEMA) na Presidência do país. Caso não o faça, os ex-militares ameaçam com mais manifestações e responsabilizam o presidente de Angola, José Eduardo dos Santos, na qualidade de comandante em chefe das Forças Armadas Angolanas pela situação.

Em causa está o pagamento de subsídios e pensões por invalidez, a par da integração na segurança social. O general na reforma Silva Mateus, coordenador da COEMA, fala em cerca de 60 mil ex-militares nestas condições. Por isso, a COEMA exige à Presidência angolana a criação de uma comissão conjunta bilateral que resolva todas estas situações.

Silva Mateus, coordenador da COEMA
 
02/08/2012
 
 

Neste mesmo dia, no Lubango, centro sul do país, teve lugar uma manifestação de ex-militares ligados ao Fórum Independente dos Desmobilizados de Guerra de Angola (FIDEGA). As reivindicações passam, também, pela regularização de subsídios em atraso.

A iniciativa, que teve lugar esta manhã, foi dispersada à bastonada pela Polícia de Intervenção Rápida. Na altura, pelo menos 15 pessoas foram detidas, entretanto todas elas já se encontram em liberdade.

tags: África - África Lusófona - Angola - Defesa - Política
Comentários
Comente este artigo
O conteúdo deste campo é privado e não irá ser exibido publicamente.
To prevent automated spam submissions leave this field empty.
CAPTCHA
Esta pergunta serve para diferenciação entre computadores e humanos contra os ataques de spams. Automated spam submissions.
Close