Últimas notícias
Guiné-Bissau / Moçambique - 
Artigo publicado em 19 de Agosto de 2012 - Atualizado em 20 de Agosto de 2012

Fim do Ramadão festejado na Guiné-Bissau e em Moçambique

Milhões de muçulmanos celebram o fim do Ramadão
Milhões de muçulmanos celebram o fim do Ramadão
REUTERS/Dinuka Liyanawatte

Cristiana Soares

Os muçulmanos assinalam hoje o fim do Ramadão, data que também é festejada na Guiné-Bissau e em Moçambique, países em que a comunidade muçulmana ronda os 45%. O Eid al-Fitr é uma das mais importantes festas para esta confissão religiosa.

Em todo o mundo, milhões de muçulmanos celebram o fim do Ramadão, um mês de jejum do nascer ao pôr-do-sol. A festa Eid al-Fitr é uma das mais importantes para os muçulmanos.

Em Moçambique, cerca de 45% da população é desta confissão religiosa e à semelhança dos restantes comemoraram hoje o Eid al-Fitr. A RFI ouviu Abdul Aziz, líder religioso em Maputo, que explicou a importância deste dia que põe fim ao Ramadão.

Abdul Aziz, Imã da Mesquita Costa do Sol em Maputo
 
19/08/2012
 
 

Ontem o Movimento Islâmico de Moçambique havia denunciado as dificuldades das mulheres muçulmanas, especificamente no que respeita ao vestuário. A questão que tem levantado polémica no país, pois o executivo proibiu a utilização do véu islâmico nas escolas. Uma decisão que foi recentemente revogada pelo Ministério da Educação mas limitando-o ao período do Ramadão.

O Eid al-Fitr também é festejado na Guiné-Bissau. Todavia, momento é de confusão e divergência: uma parte da comunidade muçulmana assinalou a data hoje e outros vão fazê-lo apenas amanhã. Também na Guiné-Bissau, cerca de 45% da população é de confissão muçulmana.

Mussá Baldé, correspondente em Bissau
 
19/08/2012
 
 

 

 

tags: África - África Lusófona - Guiné-Bissau - Moçambique - Religião
Comentários
Comente este artigo
O conteúdo deste campo é privado e não irá ser exibido publicamente.
To prevent automated spam submissions leave this field empty.
CAPTCHA
Esta pergunta serve para diferenciação entre computadores e humanos contra os ataques de spams. Automated spam submissions.
Close