Últimas notícias
São Tomé e Príncipe  - 
Artigo publicado em 10 de Setembro de 2012 - Atualizado em 11 de Setembro de 2012

Regresso às aulas em São Tomé e Príncipe

Liceu Nacional de São Tomé
Liceu Nacional de São Tomé
Miguel Martins/RFI

Liliana Henriques

Depois de ter sido aberto oficialmente o ano lectivo no passado dia 1 de Setembro, esta segunda-feira procedeu-se ao regresso efectivo às aulas em São Tomé e Príncipe. Calcula-se que ao todo cerca de 40 mil jovens tenham retomado o caminho das escolas no início deste ano lectivo 2012-2013.

Entre os factos marcantes deste regresso às aulas consta a introdução do 12° ano que deverá ser leccionado num liceu das imediações da capital, a chegada de novos professores recém-formados em paralelo com a partida de numerosos outros para a reforma, ou ainda a abertura do ano lectivo antes do regresso concreto às aulas, esta sendo a primeira medida à qual se refere Gastão Ferreira, Secretário-Geral do SINPRESTP, Sindicato dos Professores e Educadores de São Tomé e Príncipe.

Gastao Ferreira, Secretário-Geral do SINPRESTP
 
09/09/2012
 
 

Este regresso às aulas não deixa igualmente de ser marcado por alguma preocupação com a qualidade do ensino mas também o estatuto dos professores. Este novo ano lectivo que começa é observado com alguma expectativa pelos docentes que após vários meses de luta e o estabelecimento de um consenso com o governo São-Tomense, esperam ver esclarecidos os parâmetros da sua evolução de carreira e o seu salário, conforme refere Gastão Ferreira.

Gastao Ferreira, Secretário-Geral do SINPRESTP
 
09/09/2012
 
 

 

tags: África - África Lusófona - Educação - São Tomé e Príncipe
Comentários
Comente este artigo
O conteúdo deste campo é privado e não irá ser exibido publicamente.
To prevent automated spam submissions leave this field empty.
CAPTCHA
Esta pergunta serve para diferenciação entre computadores e humanos contra os ataques de spams. Automated spam submissions.
Close