Américas

Conteúdo sindicadoÚltimos artigos
Mulher caminha no Central Park em Nova York, que deve ser uma das cidades mais atingidas pela tempestade de neve
26/01/2015 - EUA/neve

Nordeste dos EUA se prepara para uma das piores tempestades de neve da história

Mais de 2 mil vôos foram cancelados nos Estados Unidos nesta segunda-feira (26) por conta da ameaça de uma tempestade de neve no nordeste do país. O tráfego aéreo foi afetado por 271 atrasos no início da manhã, de acordo com o site Flightaware.

Comunidade judaica pede investigação imparcial da morte de promotor Alberto Nisman.
24/01/2015 - Argentina/ crime

O giro de 180° da presidente Cristina Kirchner sobre a morte do promotor que a acusava

Do suicídio ao assassinato em 72 horas. Como se fosse a leitora de um romance policial que arrisca desvendar o final da história, a presidente argentina, Cristina Kirchner, formulou uma nova teoria para a morte de Alberto Nisman, o promotor federal que a acusou na Justiça de acobertar a participação do Irã no atentando que, em 1994, deixou 85 mortos e mais de 300 feridos em Buenos Aires.

A vice-secretária norte-americana de Estado, Roberta Jacobson (D) e a chefe da delegação cubana, Josefina Vidal, durante o segundo dia de discussões entre Estados Unidos e Cuba, nesta quinta-feira (22), em Havana.
23/01/2015 - Cuba/Estados Unidos

Segundo dia de encontro entre Cuba e EUA é marcado por divergências

Representantes cubanos e norte-americanos encerraram as reuniões pela reaproximação diplomática entre os dois países sem nenhum acordo significativo nesta ...
Em uma carta publicada em seu site na manhã desta quinta-feira (22), a presidente argentina, Cristina Kirchner, rebateu as acusações do promotor Alberto Nisman no suposto encobrimento de agentes iranianos no caso Amia.
22/01/2015 - Argentina/crime

Kirchner muda discurso e diz que promotor Nisman foi assassinado

Depois de ter afirmado o contrário, a presidente da Argentina, Cristina Kirchner,  disse nesta quinta-feira (22) não acreditar na tese do suicídio do promotor Alberto Nisman, encontrado morto no último domingo em seu apartamento em Buenos Aires. Ele denunciou a chefe de Estado durante a investigação do atentado à Associação Mutual Israelita Argentina, na capital, em julho de 1994, que deixou 85 mortos.

A Justiça chilena ordenou a realição de novas investigações para determinar a causa da morte de Pablo Neruda.
22/01/2015 - Chile/Neruda

Justiça chilena reabre inquérito para investigar morte de Pablo Neruda

O Ministério do Interior chileno anunciou nesta quinta-feira (22) a abertura de um novo inquérito para determinar se existem “toxinas” presentes nos ferimentos do corpo Pablo Neruda. O poeta morreu oficialmente no dia 23 de setembro de 1973, vítima de um câncer da próstata, poucos dias depois do golpe de estado do general Pinochet. Ele era um opositor ferrenho do regime.

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, durante seu pronunciamento anual no parlamento venezuelano nesta quarta-feira, 21.
22/01/2015 - Venezuela/economia

Maduro aposta em milagre para salvar a economia da Venezuela

"Deus proverá", foi a frase que Nicolás Maduro usou para afirmar que mesmo com a queda dos preços do petróleo os investimentos nas áreas sociais serão mantidos. Na noite desta quarta-feira, ele fez o discurso anual na Assembleia Nacional venezuelana. De acordo com economistas, eram necessários anúncios econômicos mais consistentes para enfrentar a crise que afeta o país.

Representantes dos Estados Unidos e de Cuba debatem em Havana os pontos da reaproximação bilateral em 21 de janeiro de 2015.
21/01/2015 - EUA/Cuba

EUA e Cuba iniciam diálogo histórico em Havana

Depois de 35 anos de relações cortadas, altos responsáveis cubanos e americanos se reuniram nesta quarta-feira (21), em Havana, para começar um diálogo que vai definir as bases da reaproximação histórica entre os dois países. Os presidentes Raúl Castro e Barack Obama anunciaram a volta das relações bilaterais em 17 de dezembro passado.

O procurador argentino Alberto Nisman, encontrado morto em seu apartamento
19/01/2015 - Argentina/assassinato

Após morte de procurador, Kirchner ordena liberação de dados sobre atentado de 1994

A presidente argentina, Cristina Kirchner, ordenou nesta segunda-feira (19) que a Secretaria de Inteligência desclassifique as informações relacionadas ao atentado contra uma associação judia, em 1994, que matou 85 pessoas. Essa reivindicação foi feita na semana passada pelo procurador Alberto Nisman, encontrado morto na última madrugada, em seu apartamento, com um tiro na cabeça.

Close