Últimas notícias
 
23 de Julho de 2012
Massacre em Aurora levanta debate sobre porte de armas nos EUA
Massagre em cinema da Califórnia relança nos Estados Unidos o debate sobre a venda de armas à população.
Massagre em cinema da Califórnia relança nos Estados Unidos o debate sobre a venda de armas à população.
Flickr/joseph a
Silvano Mendes

O massacre na semana passada na cidade de Aurora, no estado norte-americano do Colorado, onde 12 pessoas morreram e 58 ficaram feridas após um ataque dentro de um cinema, trouxe novamente à tona o debate sobre o porte de armas nos Estados Unidos. Principalmente depois que a polícia descobriu que o estudante, James Holmes, apontado como o autor dos disparos, teria comprado milhares de cartuchos de munição pela internet sem que o fato chamasse a atenção de ninguém.

O assunto divide, mesmo se nas esferas políticas, os líderes norte-americanos, evitam se posicionar claramente sobre a questão. De acordo com a correspondente da RFI em Washington, Lígia Hougland, parte da população acha que isso precisa ser mudado, pois nos últimos cinco anos já aconteceram 13 massacres desse tipo. No entanto, a maioria da população ainda preza o direito constitucional de portee de arma, porque acreditam que ele garante a autodefesa e, no mínimo, simboliza a capacidade que os cidadãos têm de se revoltarem contra um governo ditador, caso isso um dia aconteça.

Mais notícias sobre o mesmo assunto
Close