Estados Unidos/Bin Laden - 
Artigo publicado em 30 de Agosto de 2012 - Atualizado em 30 de Agosto de 2012

Livro contradiz versão oficial sobre morte de Bin Laden

A casa onde Bin Laden foi morto em Abbottabad, no Paquistão.
A casa onde Bin Laden foi morto em Abbottabad, no Paquistão.
AFP PHOTO/ AAMIR QURESHI

RFI

Um livro que será publicado em setembro nos Estados Unidos e relata detalhes da operação americana que resultou na morte de Ossama Ben Laden já cria polêmica.

Bin Laden não teria reagido quando seu esconderijo no Paquistão foi invadido por uma unidade de elite da Marinha americana. Ele estava desarmado e teria levado um tiro na cabeça quando saiu do quarto. Em seguida, foi atingido por vários tiros no peito.

Esse relato, que contradiz a versão oficial sobre a morte do líder da rede terrorista Al Qaeda, está no livro "No Easy Day" ("Não há dia fácil"). A obra, que teve seu lançamento internacional antecipado para o dia 4 de setembro, inclusive no Brasil, é de autoria de um dos membros da tropa de elite americana responsável pela morte de Bin Laden.

Ele conta os detalhes da operação. A descrição é muito menos heroica do que a apresentada pelas autoridades americanas que haviam afirmado que o líder da Al Qaeda havia resistido e sido abatido em seu quarto, na mansão de Abbottabad no Paquistão, no dia primeiro de maio de 2011.

A morte de Bin Laden se transformou em um dos principais trunfos políticos do presidente Barack Obama. O autor do livro, que assina o relato com um pseudônimo, foi identificado pela imprensa americana como sendo Matt Bissonnette, militar de 36, anos condecorado por bravura.

tags: Al Qaeda - Barack Obama - Bin Laden - Estados Unidos
Mais notícias sobre o mesmo assunto
Comentários
Comente este artigo
O conteúdo deste campo é privado e não irá ser exibido publicamente.
To prevent automated spam submissions leave this field empty.
CAPTCHA
Esta pergunta serve para diferenciação entre computadores e humanos contra os ataques de spams. Automated spam submissions.
Close