Últimas notícias
Brasil/Carrefour - 
Artigo publicado em 12 de Abril de 2012 - Atualizado em 12 de Abril de 2012

Brasil compensa queda das vendas do Carrefour na Europa

Flickr/Eurofruit

RFI

A única boa notícia para a rede varejista francesa Carrefour no primeiro trimestre deste ano foi o aumento das suas vendas no Brasil, enquanto os resultados na Europa e na China decepcionam, revelam os números do grupo divulgados nesta quinta-feira. A expectativa para o resto do ano é negativa.

A varejista registrou uma alta de 7,8% em suas vendas no Brasil. O faturamento das unidades brasileiras alcançou 3,2 bilhões de euros (7,6 bilhões de reais) nos três primeiros meses do ano.

A crise econômica na Europa se refletiu nos resultados do Carrefour no continente, com uma queda de 3,8%. As maiores perdas foram sentidas na Grécia (-15,9%) e na Espanha (-6,1%).

Analistas estimam que a empresa continuará passando por dificuldades no próximo trimestre. "2012 será um ano de sacrifícios em termos de resultados e a retomada deve acontecer apenas daqui a três ou quatro anos", alertam especialistas da Oddo Securities.

O principal desafio da varejista é em relação ao setor não-alimentar, que foi afetado pela crise financeira europeia e pela concorrência do mercado eletrônico em lojas especializadas.

A partir de 18 de junho, Georges Plassat assumirá a diretoria-geral do Carrefour, segunda maior varejista no mundo, atrás apenas da Wall Mart.

tags: Alimentação - Brasil - Europa - Mercado - Vendas
Mais notícias sobre o mesmo assunto
Comentários
Comente este artigo
O conteúdo deste campo é privado e não irá ser exibido publicamente.
To prevent automated spam submissions leave this field empty.
CAPTCHA
Esta pergunta serve para diferenciação entre computadores e humanos contra os ataques de spams. Automated spam submissions.
Close