Inglaterra/ Brasil - 
Artigo publicado em 27 de Julho de 2012 - Atualizado em 27 de Julho de 2012

Em Londres, Dilma promete pacote para a economia

Presidente falou a jornalistas nesta sexta-feira, acompanhada do ministro das Relações Exteriores, Antonio Patriota.
Presidente falou a jornalistas nesta sexta-feira, acompanhada do ministro das Relações Exteriores, Antonio Patriota.
REUTERS/Sergio Moraes

Elcio Ramalho

A presidente Dilma Rousseff afirmou nesta sexta-feira em Londres que o governo vai anunciar em agosto uma série de medidas para estimular a economia e os investimentos para o país seguir no “caminho da estabilidade”. A estratégia será baseada em três eixos que têm como objetivo diminuir o chamado “custo Brasil”.

Do enviado especial da RFI a Londres

A presidente disse que o país também foi afetado pela crise mundial mas prevê que o PIB brasileiro deve crescer até o final do ano. “Estamos preocupados em reduzir o custo do país”, declarou Dilma, em entrevista coletiva no hotel onde está hospedada na capital britânica, onde participa do início dos Jogos Olímpicos.

Para esse objetivo, o governo definiu três setores para estimular o desenvolvimento, segundo a presidente. O primeiro se refere à energia elétrica. “Nós já pagamos os investimentos e queremos devolver isso através de redução do custo da energia", disse Dilma. Outra prioridade estabelecida será impulsionar investimentos em portos, aeroportos e rodovias, que segundo a petista, poderá ser feito através de concessões ou parceiras.

O terceiro eixo é uma avaliação sobre as possibilidades de exoneração fiscal e tributária “em geral”. Dilma também prevê que o país “pode entrar num círculo vicioso através da redução de custo do capital”. A presidente admitiu que o Brasil tem sido afetado pela crise econômica mundial, mas prometeu uma recuperação do PIB ainda este ano, sem mencionar em números sua expectativa.

“Eu acho que o país está aproveitando a oportunidade de redefinir suas condições de crescimento econômico”, afirmou, ao citar o controle da inflação e a superação das crises bancárias e monetárias do passado. A ascensão de 40 milhões de pessoas para a classe média foi citada pela presidente como exemplo de que as políticas sociais do país são fundamentais para o crescimento.

Empregos

Dilma também afirmou que os setores que recebem incentivos governamentais devem garantir a manutenção do emprego no país. "Todos os setores que receberem incentivos do governo têm que saber que nós fazemos isso por um único motivo no mundo: garantir o emprego e a renda do brasileiro", ressaltou.

Bem humorada, a petista comentou que irá assistir a cerimônia de abertura dos Jogos de binóculos por causa da miopia, e não pretende acompanhar nenhum jogo ao vivo no sábado, dia em que está com a agenda livre. “Como enxergo mal, prefiro assistir pela televisão”, brincou a presidente.

Como ex-praticante de vôlei, Dilma Rousseff adiantou que acompanhará as partidas este esporte em particular, mas também disse apreciar outras disciplinas como o basquete.
 

tags: Brasil - Desenvolvimento - Dilma Rousseff - Economia - Londres - PIB
Mais notícias sobre o mesmo assunto
Comentários
Comente este artigo
O conteúdo deste campo é privado e não irá ser exibido publicamente.
To prevent automated spam submissions leave this field empty.
CAPTCHA
Esta pergunta serve para diferenciação entre computadores e humanos contra os ataques de spams. Automated spam submissions.
Close