30 de Março de 2012
Louvre expõe obra-prima restaurada de Leonardo da Vinci
A "Santa Anna" de Leonardo da Vinci após a restauração é tema de uma exposição no museu do Louvre.
A "Santa Anna" de Leonardo da Vinci após a restauração é tema de uma exposição no museu do Louvre.
RMN, musée du Louvre / René Gabriel Ojéda
Kênya Zanatta

Depois do incrível sucesso de público da retrospectiva apresentada em Londres há alguns meses, Leonardo da Vinci chega a Paris. O museu do Louvre, que já abriga a Monalisa, dedica uma mostra inteira a uma outra obra-prima do mestre italiano: "Virgem com o menino Jesus e Santa Anna" conhecido simplesmente como Santa Ana.

O quadro, que estava muito deteriorado, passou por uma restauração e várias controvérsias: alguns especialistas acusavam os responsáveis do museu de colocarem o quadro em risco, outros se lamentavam de que a restauração poderia ter sido mais ambiciosa. Prudente, o Louvre decidiu, por exemplo, conservar algumas árvores acrescentadas à pintura no século 19.

Leonardo da Vinci trabalhou em sua Santa Ana durante cerca de 15 anos, até sua morte em 1519. Esse longo processo de gestação é documentado na exposição por esboços de composição, estudos de paisagem e o grande desenho preparatório preservado na National Gallery de Londres, que agora é apresentado ao lado do quadro pela primeira vez.

Em cartaz até 25 de junho, a mostra traz ainda outras pinturas de Leonardo da Vinci, além de quadros de diversos artistas sobre o mesmo tema ou influenciados por essa última obra-prima do mestre italiano.

O programa desta semana também indica uma exposição sobre a fase inicial - e menos conhecida - da obra de Pierre-Auguste Renoir na Suíça, o espetáculo "A Dama das Camélias", com coreografia de John Neumeier, na versão do Ballet Real Dinamarquês e a 8ª Bienal Internacional de Fotografia e Artes Visuais de Liège, na Bélgica. 

Mais notícias sobre o mesmo assunto
Close