Últimas notícias
Cinema - 
Artigo publicado em 20 de Agosto de 2012 - Atualizado em 21 de Agosto de 2012

Suicídio de diretor de "Top Gun" choca Hollywood

O diretor Tony Scott durante visita a  Paris em julho de 2009.
O diretor Tony Scott durante visita a Paris em julho de 2009.
REUTERS/Benoit Tessier

RFI

A indústria cinematográfica de Hollywood está de luto com o suicídio do diretor e produtor britânico Tony Scott, que entre outros filmes imortalizou Tom Cruise no longa "Top Gun". O ato foi premeditado, segundo informações da polícia que encontrou um bilhete do cineasta.

De acordo com informações da polícia e de testemunhas, o cineasta de 68 anos parou o carro no acostamento e pulou, sem hesitar, da ponte Vincent Thomas na região metropolitana de Los Angeles.  Depois do alerta dos motoristas, a polícia identificou os sapatos de Tony Scott boiando no mar. Duas horas depois, o corpo de Scott foi retirado da água com ajuda da polícia rodoviária da Califórnia e da Guarda Costeira americana.

Os investigadores encontraram um bilhete de suicídio. O conteúdo do bilhete não foi revelado e a família pediu respeito à privacidade nesse momento de luto.

Carreira

Em 1982, o diretor britânico assinou seu primeiro longa-metragem, "Fome de Viver", que trouxe no elenco Catherine Deneuve, David Bowie e Susan Sarandon. O filme sobre vampiros tem pouco sucesso nas bilheterias, mas é considerado um "cult" por cinéfilos, o que colocou o cineasta no rol dos talentos emergenets de Hollywood na ocasião.

Quatro anos mais tarde, com "Top Gun" estrelado por Tom Cruise, Scott alcança, enfim, o grande sucesso nas salas de cinema. O filme sobre aspirantes a piloto das Forças Aéreas dos Estados Unidos lucra mais de US$ 345 milhões em todo o mundo. O sucesso faz Tony Scott sair da sombra do seu irmão, Ridley Scott, aclamado por "Alien" (1979) e "Blade Runner" (1982). Em 1990, o diretor retoma a dobradinha de sucesso com Tom Cruise em "Dias de Trovão" que também tem Nicole Kidman no elenco.

Além de uma carreira de sucessos de bilheteria com, Scott se dedicava recentemente à produção da série de televisão "The Good Wife", que tem recebido críticas favoráveis. Com a sua morte, ainda não se sabe se o projeto da continuação de "Top Gun" será levado adiante.

tags: Cinema - Estados Unidos - Longa-metragem - Suicídio - Tragédia
Mais notícias sobre o mesmo assunto
Comentários
Comente este artigo
O conteúdo deste campo é privado e não irá ser exibido publicamente.
To prevent automated spam submissions leave this field empty.
CAPTCHA
Esta pergunta serve para diferenciação entre computadores e humanos contra os ataques de spams. Automated spam submissions.
Close