França/cinema - 
Artigo publicado em 17 de Outubro de 2012 - Atualizado em 17 de Outubro de 2012

"Asterix entre os Bretões" chega aos cinemas franceses

"Asterix et Obelix: a serviço de vossa majestade", com Edouard Baer et Gérard Depardieu.
"Asterix et Obelix: a serviço de vossa majestade", com Edouard Baer et Gérard Depardieu.
Jean-Marie Leroy

RFI

Estreia hoje nos cinemas franceses o filme "Asterix a serviço de vossa majestade", adaptação da aventura "Asterix entre os Bretões", uma das sagas mais conhecidas dos irredutíveis gauleses, criados pela dupla René Goscinny et Albert Uderzo. O filme em 3D de Laurent Tirard traz no elenco nomes de peso como Gérard Depardieu e Catherine Deneuve.

Depois do fiasco de "Asterix nos Jogos Olímpicos", lançado em 2008 e dirigido por Frédéric Forestier e Thomas Langmann, ‘’Asterix entre os Bretões’’ promete um bom desempenho nas bilheterias, pelo menos se depender das críticas publicadas na imprensa francesa. A começar pela bem-sucedida troca de diretores. Laurent Tirard, que também esteve à frente do "Petit Nicolas", assina a comédia , que usa e abusa das referências da história em quadrinhos lançada nos anos 60, que conquistou leitores no mundo inteiro. Os fãs incondicionais poderão, desta forma, rever Asterix, Obelix, o cão Ideiafix, Panoramix e sua poção mágica, além de todos outros personagens que povoam o universo do gibi.

Como no álbum, os diálogos são povoados de frases que transportam a gramática anglo saxã para os idiomas latinos. Para quem leu a história, perguntas como ‘’você quer quente água ?’’ serão frequentes no filme. Os clichês sobre os britânicos também estão propositadamente presentes: o chá das cinco, os trajes escoceses, as cabines telefônicas os punks e claro, a trilha sonora, com direito a participação dos Ramones e B.B Brunes tocando com o bardo Chatotorix no fim.

O custo total da produção é de 60 milhões de euros, sem contar o elenco estrelado : Gérard Depardieu, que vive Obelix, Catherine Deneuve, como a rainha da Inglaterra e Fabrice Lucchini, que encarna Júlio César. O personagem-título é vivido por Edouard Bauer, um Asterix ‘bem parisiense’, que questiona sua solteirice ao longo do filme com um toque existencialista. Para o diretor, Laurent Tirard, o filme foi uma verdadeira maratona. Foram seis meses de preparação antes das filmagens, que aconteceram na Irlanda, Hungria e Malta. Haja poção mágica.
 

tags: Cinema - França
Comentários
Comente este artigo
O conteúdo deste campo é privado e não irá ser exibido publicamente.
To prevent automated spam submissions leave this field empty.
CAPTCHA
Esta pergunta serve para diferenciação entre computadores e humanos contra os ataques de spams. Automated spam submissions.
Close