China/Economia - 
Artigo publicado em 13 de Abril de 2012 - Atualizado em 13 de Abril de 2012

Crescimento da China é vítima da crise europeia

Homem caminha pelo distrito financeiro de Pequim.
Homem caminha pelo distrito financeiro de Pequim.
REUTERS/Jason Lee

RFI

O governo da China divulgou os números da economia no primeiro trimestre deste ano que mostram o crescimento mais baixo dos últimos três anos. No período, o PIB (Produto Interno Bruto) cresceu 8,1%.

A queda do ritmo das exportações provocada pela crise da dívida na Europa foi a principal causa para o recuo do crescimento chinês. Pelo quinto trimestre consecutivo, o PIB do país perde fôlego, mas o governo chinês continua a visar uma taxa de crescimento de 7,5% neste ano sustentado pela retomada do comércio exterior.

Depois de registrar um déficit comercial de US$ 31,5 bilhões em fevereiro, no mês passado a China conseguiu virar o jogo e acumulou um superávit de US$ 5,35 bilhões, surpreendendo analistas que projetavam mais um mês de balança comercial deficitária. Em um ano, as exportações da segunda maior economia do mundo cresceram 8,9% e as importações, 5,3%.

O Banco Mundial projeta um cenário de desaceleração suave para a economia chinesa, já o governo de Pequim, receoso de uma aterissagem brusca, continua a suavizar a sua política monetária. A fim de sustentar a atividade econômica, a autoridade monetária chinesa abaixou por duas vezes o nível dos depósitos compulsórios, o que permite aos bancos emprestar mais.

Essa política, porém, está atrelada ao comportamento da inflação. O governo tenta equilibrar o aumento dos estímulos com o controle das pressões inflacionárias. No acumulado de 12 meses até março, a taxa de inflação foi de 3,6%. No primeiro trimestre, a taxa foi de 3,8%, bem perto da meta oficial de 4% para este ano.

 

tags: China - Crescimento - Crise - Inflação
Mais notícias sobre o mesmo assunto
Comentários
Comente este artigo
O conteúdo deste campo é privado e não irá ser exibido publicamente.
To prevent automated spam submissions leave this field empty.
CAPTCHA
Esta pergunta serve para diferenciação entre computadores e humanos contra os ataques de spams. Automated spam submissions.
Close