Últimas notícias
Economia/ tecnologia - 
Artigo publicado em 27 de Agosto de 2012 - Atualizado em 27 de Agosto de 2012

Após derrota judicial, Samsung sofre forte perda na bolsa

Decisão final da justiça californiana no embate da Apple contra a Samsung será conhecida em setembro.
Decisão final da justiça californiana no embate da Apple contra a Samsung será conhecida em setembro.
REUTERS/Lee Jae-Won

RFI

A vitória da Apple frente à Samsung na justiça norte-americana, na sexta-feira, provocou hoje uma queda histórica da marca sul-coreana na bolsa da Seul, de 7,45%. Depois de ser condenada a pagar 1,05 bilhão de dólares de indenização à concorrente americana, a fabricante de eletrônicos deixou de ganhar 12 bilhões de dólares nos mercados nesta segunda-feira.

Um tribunal de Califórnia deu razão à Apple, que acusava a rival sul-coreana de ter copiado seu telefone iPhone e seu tablet iPad. A Samsung prometeu recorrer da decisão, mas o estrago foi feito nos mercados financeiros: temendo os efeitos da indenização milionária no faturamento da fabricante, 1,2 mil ações foram vendidas hoje. O volume de negócios é o maior comercializado na bolsa de Seul em único dia desde outubro de 2008, e quatro vezes superior ao normal. Analistas já sustentam que a decisão desfavorável vai acabar custando 4% da receita da Samsung neste ano.

O julgamento definitivo sobre a quebra de patentes é aguardado para o final de setembro, quando a justiça vai decidir se a sul-coreana terá que retirar telefones como o Galaxy S3 do mercado americano, aplicar sanções "punitivas" que poderiam triplicar o montante da reparação ou simplesmente anular a sentença. Mas analistas avaliam que, mais do que afetar a Samsung, o verdadeiro objetivo da Apple neste e em uma dezena de outros processos em vários países do mundo é atingir a Google e seu sistema operacional Android, usado em smartphones da maioria das outras marcas de telefones, inclusive os Samsung.

A marca fundada por Steve Jobs argumenta que o Android é uma cópia “roubada” do seu sistema operacional, o OS. Processar outras fabricantes poderia ser a solução para a atacar indiretamente a Google.

A determinação do tribunal norte-americano "obrigará a uma reestruturação dos produtos Android", disse Rob Enderle, analista especializado nas tecnologias de ponta do Enderle Group. O resultado do processo pode também beneficiar outros atores do mercado, como a Microsoft, que apresenta atrasos neste terreno, ou do construtor de Blackberry, o grupo canadense RIM, o mais afetado pelo êxito do Android.

A vitória poderia, por exemplo, facilitar a venda dos dois novos sistemas de comercialização que a Microsoft está para lançar (Windows 8 e Windows Phone 8), que aparecem "protegidos" contra eventuais demandas da Apple, considera Enderle. A decisão do tribunal fará também do RIM "um objeto de compra mais atrativo que antes, pois suas licenças são percebidas como suficientemente sólidas para manter a Apple à distância", disse.

O Android equipa atualmente mais de 50% dos telefones multifuncionais vendidos nos Estados Unidos. A fatia de mercado da Apple chegou a 30% e a da RIM se reduziu a 12%. A Apple permanece, ao mesmo tempo, amplamente à frente no mercado de tablets, que controla 70%.

tags: Celular - Coreia do Sul - Economia - Estados Unidos - Tecnologia
Mais notícias sobre o mesmo assunto
Comentários (1)

Galaxy s3

Fiquei muito triste com esta notícia,pois estava ansiosa esperando para comprar.Amei o modelo e as funções dele.

Comente este artigo
O conteúdo deste campo é privado e não irá ser exibido publicamente.
To prevent automated spam submissions leave this field empty.
CAPTCHA
Esta pergunta serve para diferenciação entre computadores e humanos contra os ataques de spams. Automated spam submissions.
Close