Últimas notícias
Carrefour/Demissões - 
Artigo publicado em 29 de Agosto de 2012 - Atualizado em 29 de Agosto de 2012

Grupo Carrefour anuncia demissões na França

Carrefour é o primeiro empregador do setor privado na França.
Carrefour é o primeiro empregador do setor privado na França.
REUTERS/Charles Platiau/Eric Gaillard

RFI

O grupo Carrefour anunciou nessa quinta-feira que vai demitir entre 500 e 600 pessoas na França. A rede de supermercados, principal empregador privado do país, havia informado na véspera que também pretende fechar seus dois únicos pontos de venda em Cingapura. A empresa vem registrando uma importante queda em seus lucros, salva apenas pela atividade nos países emergentes, como o Brasil.

A direção do grupo Carrefour anunciou aos sindicatos que entre 500 e 600 de seus funcionários na França deixarão a empresa até o final do ano. Apenas os setores administrativos serão atingidos e o corte será realizado por meio de um plano de demissão voluntária. A confirmação oficial deve ser feita nessa quinta-feira pelo presidente da empresa, Georges Plassat, durante a divulgação dos resultados semestrais do grupo.

Número dois mundial da distribuição, o Carrefour enfrenta dificuldades na França, mas também em outros mercados, principalmente na Europa. A Ásia também não foi poupada, já que o grupo anunciou, na terça-feira, que pretende fechar, até o final deste ano, seus dois únicos pontos de venda em Cingapura, onde estava instalado há apenas dois anos. Em 2011, o grupo registrou uma queda de 14,3% em seus lucros no mundo.

A França ainda é o principal mercado do Carrefour, responsável por 40% de suas vendas. Mas o grupo, primeiro empregador do setor privado do país, com 115 mil funcionários no território francês, vem perdendo terreno para outras redes de hipermercado.

Apenas os países emergentes, como a China e o Brasil salvam a situação. Os brasileiros já representam o segundo maior mercado do grupo. No primeiro trimestre o varejista registrou uma alta de 7,8% em suas vendas no país latino-americano. O faturamento das unidades brasileiras alcançou 3,2 bilhões de euros (7,6 bilhões de reais) nos três primeiros meses de 2012.
 

tags: Demissão - Economia - França - Supermercado
Mais notícias sobre o mesmo assunto
Comentários
Comente este artigo
O conteúdo deste campo é privado e não irá ser exibido publicamente.
To prevent automated spam submissions leave this field empty.
CAPTCHA
Esta pergunta serve para diferenciação entre computadores e humanos contra os ataques de spams. Automated spam submissions.
Close