Espanha/Crise - 
Artigo publicado em 04 de Setembro de 2012 - Atualizado em 04 de Setembro de 2012

Desemprego volta a crescer na Espanha após quatro meses de trégua

Espanhóis fazem fila cedo de manhã nesta terça-feira na frente de uma agência de empregos em Madri.
Espanhóis fazem fila cedo de manhã nesta terça-feira na frente de uma agência de empregos em Madri.
REUTERS/Andrea Comas

RFI

Depois de um trégua nos quatro últimos meses, principalmente devido à criação de empregos temporários para as férias de verão, o número de pessoas sem trabalho aumentou em agosto na Espanha. Atualmente 4,63 milhões de pessoas estão desempregadas no país, de acordo com as estatísticas oficiais.

O número de pessoas sem trabalho na Espanha equivale a 24,63% da população economicamente ativa, de longe o maior índice de desemprego entre os países industrializados. Entre os jovens o nível de desemprego é dramático, superior a 53%. Os setores que registraram em agosto maior perda de postos de trabalho foram serviços, indústria e construção civil.

Ontem, o governo espanhol foi submetido a uma forte pressão para oferecer dinheiro a várias regiões que precisam de ajuda. Depois da Catalunha, Murcia e Valência, nessa segunda-feira foi a vez da Andaluzia pedir socorro ao governo central. Governada pela esquerda, a Andaluzia precisa com urgência de 1 bilhão de euros de adiantamento de sua receita de impostos. Além disso, o governo espanhol foi obrigado a injetar mais 4,5 bilhões de euros no banco Bankia, que foi estatizado recentemente e, ao que tudo indica, deverá em breve pedir ajuda europeia.

Na quinta-feira, a Espanha vai, mais uma vez, testar a confiança dos investidores com uma emissão de obrigações do Tesouro com vencimento a longo prazo.

Quarta maior economia da zona do euro, a Espanha voltou a entrar em recessão no final de 2011. Para 2012, o governo espanhol projeta uma retração do PIB da ordem de 1,5% e de 0,5% em 2013. A economia espanhola só deve voltar a crescer em 2014, segundo as previsões oficiais.

tags: Crise - Desemprego - Dívida - Espanha - Zona do Euro
Mais notícias sobre o mesmo assunto
Comentários
Comente este artigo
O conteúdo deste campo é privado e não irá ser exibido publicamente.
To prevent automated spam submissions leave this field empty.
CAPTCHA
Esta pergunta serve para diferenciação entre computadores e humanos contra os ataques de spams. Automated spam submissions.
Close