Últimas notícias
Nobel/ Economia - 
Artigo publicado em 15 de Outubro de 2012 - Atualizado em 15 de Outubro de 2012

Americanos Alvin Roth e Lloyd Shapley ganham Nobel de Economia

Uma dupla de norte-americanos levou o prêmio Nobel de Economia em 2012. Alvin E. Roth e Lloyd  S. Shapley
Uma dupla de norte-americanos levou o prêmio Nobel de Economia em 2012. Alvin E. Roth e Lloyd S. Shapley
REUTERS/Henrik Montgomery

RFI

Os economistas norte-americanos Alvin Roth e Lloyd Shapley conquistaram hoje o Prêmio Nobel de Economia de 2012, por pesquisas sobre a oferta e a demanda, nas quais mostraram melhores maneiras de unir diferentes agentes econômicos, como estudantes e escolas ou doadores de órgãos e pacientes. A Academia Real Sueca de Ciências, que anuncia o prêmio em Estocolmo (Suécia), disse que ele é um reconhecimento à "teoria de alocações estáveis e ao modelo de mercado".

“Este ano, o prêmio recompensa um problema econômico central: como associar da melhor forma possível diferentes agentes”, indicou a academia. Lloyd Shapley, 89 anos, é professor emérito da universidade da Califórnia, em Los Angeles (UCLA), e pioneiro da teoria dos jogos, que estuda, pela matemática, a forma como os atores tomam decisões estratégicas para cumprir objetivos e antecipar as reações das outras pessoas, às vezes sem sucesso. Baseado na teoria do jogo, ele estudou e comparou diversos métodos para coordenar a oferta e a demanda. Um dos exemplos analisados foi o do casamento: com um determinado algoritmo, ele calculou, em teoria, o companheiro mais adaptado para cada solteiro em um grupo determinado.

Devido à idade avançada, Shapley era visto como um destes pesquisadores há muito tempo cotado como candidato ao Nobel, mas que poderia acabar não sendo recompensado pelo famoso prêmio – seu campo de estudos não é muito popular entre os pesquisadores em Ciências Econômicas. “Lloyd Shapley soube demonstrar como a concepção especifica de um método pode sistematicamente beneficiar uma ou outra parte em um mercado”, disse a academia.

Depois das descobertas teóricas de Shapley, coube a Roth aplicá-las na prática. O professor da Universidade de Harvard “reconheceu que os resultados teóricos de Shapley poderiam elucidar o funcionamento prático de mercados importantes”, na explicação da entidade sueca.

Na aplicação das teorias no universo de doações de órgãos, Roth, 60 anos, utilizou o algoritmo de Shapley e de um colega matemático, David Galé – hoje falecido – e combinou-o com “modificações que consideram circunstâncias específicas e restrições éticas”.

O Nobel de Economia, oficialmente chamado de Prêmio Sveriges Riksbank de Ciências Econômicas em Memória de Alfred Nobel, encerra a série de prêmios de 2012. Alvin Roth e Lloyd Shapley sucedem os também americanos Thomas Sargent et Christopher Sims, vencedores do Nobel de Economia no ano passado. Os economistas americanos são os que mais recebem a premiação: dos 21 últimos premiados, 18 eram dos Estados unidos.

Assim como os demais Nobel, entregues na semana passada, Shapley e Roth receberão 8 milhões de coroas suecas (1,2 milhão de dólares) pela distinção. A entrega dos prêmios acontecerá em 10 de dezembro, em Estocolmo.

tags: Economia - Nobel - Prêmio - Suécia
Mais notícias sobre o mesmo assunto
Comentários
Comente este artigo
O conteúdo deste campo é privado e não irá ser exibido publicamente.
To prevent automated spam submissions leave this field empty.
CAPTCHA
Esta pergunta serve para diferenciação entre computadores e humanos contra os ataques de spams. Automated spam submissions.
Close