Últimas notícias

O Mundo Agora

 
Alfredo Valladão.
Alfredo Valladão.

Crônica de política internacional de Alfredo Valladão, do Instituto de Estudos Políticos de Paris

Mais informações

Último programa : 20 de Janeiro de 2015
Europeus e americanos são vítimas colaterais da guerra interna do Islã

Europeus e americanos são vítimas colaterais da guerra interna do Islã

Depois do choque dos atentados terroristas de Paris e depois da grande emoção da maior manifestação de massas da história francesa, a ficha caiu. Não só na França, mas também na Europa inteira. A recente operação antiterrorista da policia belga veio lembrar que também é um problema europeu. E que não há soluções fáceis.

Arquivos

13 de Janeiro de 2015
Milhares de pessoas foram às ruas em Paris neste domingo (11) em homenagem as vítimas do atentado à revista Charlie Hedbo, e dos acontecimentos que o sucederam.

A França sempre defenderá a palavra livre e a impertinência contra todas as vacas sagradas

Foi a maior manifestação de massa da França no século XX. Congregou todo mundo: direita, esquerda, ateus, crentes, judeus, muçulmanos e cristãos, franceses e estrangeiros. Sem bandeiras partidárias ou sindicais. Sem slogans – salvo o “eu sou Charlie”. E ainda por cima com a participação de 40 representantes de países estrangeiros, africanos, árabes, europeus, norte-americanos.... Só minúsculas minorias, estupidamente intolerantes, ficaram de fora. A unanimidade foi tanta que merece uma tentativa de explicação.

06 de Janeiro de 2015
Comemoração do Ano Novo em Nova York.

2015 poderá ser o melhor ano da história da humanidade

Basta olhar para os títulos de qualquer jornal, televisão, ou ouvir notícias no rádio para ficar deprimido. Os massacres na Síria e no Iraque, os milhares de imigrantes que morrem tentando atravessar o Mediterrâneo, o vírus do ebola, a crise econômica mundial e as catástrofes climáticas não deixam muita esperança. O sentimento de que tudo era melhor antigamente vem se espalhando. Só que temos que tomar cuidado. Esse negócio de sempre achar que o passado era bem melhor é prova de senilidade.

30 de Dezembro de 2014
O papa Francisco acena para multidão do Vaticano, em foto de 25 de dezembro de 2014.

Com mão de ferro Francisco quer reformar a Cúria e acabar com privilégios da Igreja

Não foi só um puxão de orelha, foi um verdadeiro soco no estômago que o Papa Francisco deu na assembléia da Cúria romana reunida na sala Clementina do Vaticano. Durante meia hora, o pontífice máximo detalhou as quinze pragas da administração vaticana. Desde o “Alzheimer espiritual” até “a vida escondida e muita vezes devassa”, passando pela “arrogância”, a “mediocridade” e o “terrorismo do mexerico”. Barba, bigode e cabelo. Silêncio monacal e horrorizado dos presentes.

PROGRAMAÇÃO
Close