Revista de Imprensa

 
freefoto.com

De segunda a sexta-feira, os principais temas da actualidade francesa, internacional e africana tratados na imprensa diária francesa.

Mais informações

Último programa : 24 de Novembro de 2014
França: Sarkozy , Juppé e a presidencial de 2017

França: Sarkozy , Juppé e a presidencial de 2017

Uma  guerra latente entre os principais candidatos domina a campanha para liderança da direita francesa,os  partidários do ex-presidente Nicolas Sarkozy não hesitaram em apupar o antigo primeiro-ministro Alain Juppé tornando mais aguda a oposição entre  os dois dirigentes na perspectiva da presidencial de 2017, na Tunísia a segunda volta da eleição presidencial será uma batalha entre o anti-islamismo e o anti-regime antigo ,o Egipto  deseja  reforçar a sua cooperação  militar com a França, o ex-primeiro ministro socialista português José  Sócrates foi detido, mas a direita lusitana está também implicada em  escândalos, na  final  Taça Davis a Suiça de Roger Federer não deixou a França realizar o seu sonho, Laurent Voulzy e  Alain Souchon celebram quarenta anos de parceria com um album em duo. .

Arquivos

17 de Outubro de 2014
Diários franceses 17/10/2014

Europa face ao Ebola

A mobilização para a luta contra a epidemia do Ebola torna-se mundial, os primeiros casos de Ebola na Europa começam a provocar apreensão nos países, a Nigéria conseguiu erradicar o virus do Ebola graças à uma vigilância implacável, face à  pobreza galopante a política praticada pelo executivo francês é  preocupante, uma mudança nos comportamentos alimentares dos países do norte ajudaria a combater a fome no Hemisfério Sul, a corrupção cresce no mundo e na França a luta contra a corrupção progride mas lentamente, Michel Platini afirma que o futebol é um jogo simples que se  tornou complicado devido à pessoas que não compreendem nada do mesmo.

16 de Outubro de 2014
Diários franceses 16/10/2014

Bolsas em queda livre

As  principais bolsas de  valores registaram uma  queda vertiginosa nos últimos dois dias, analistas de mercados  descortinam na baixa dos  valores bolseiros o prenúncio à uma nova crise financeira, a  Alemanha considerada como a locomotiva económica da  zona euro vai rever as suas previsões de crescimento devido  aos maus indicadores do estado da sua economia,  Estados Unidos e países membros criticam a Alemanha  por não investir suficientemente, o economista  Kemal Dervis da Brookings Institution afirma que a política não pode ser o único motor do crescimento, a China como primeiro potência comercial e segunda economia do mundo não deve ser afastada dos grandes tratados de livre troca, a França está pronta para reagir com eficácia na eventualidade de ter que enfrentar um caso de Ebola, Estados Unidos apelam os países europeus  a implicarem-se mais na luta contra o Ebola, Putin e Porochenko desejam relançar a paz na Ucrânia, jiadistas do Estado Islâmico seduzem a Ásia do sudeste.

15 de Outubro de 2014
Diários franceses 15/10/2014

Turquia bombardeia o Partido dos Trabalhadores do Curdistão

A Turquia não intervem contra os jiadistas do chamado Estado Islâmico mas bombardeia os rebeldes do PKK (Partido dos Trabalhadores do Curdistão), para Abdullah Öcalam líder do PKK a tomada da cidade de Kobani pelos jiadistas do Estado Islâmico significa  a morte do processo de paz encetado com a Turquia,  durante a cimeira Europa-Ásia de Milano poderia haver contactos entre o Presidente russo Vladimir Putin e os dirigentes  europeus e americanos, face ao lento progresso na resolução da guerra civil ucraniana o secretário de Estado americano John Kerry considera que é cedo demais para levantar as sanções económicas contra a Rússia, a Frelimo poderá ser o potencial vencedor da eleição presidencial de Moçambique face à desunião dos seus opositores da Renamo( Resistência Nacional Moçambicana) e  do MDM(Movimento Democrático de Moçambique), o filho do presidente da Guiné-Equatorial  Teodorin Obiang decide vender os seus bens nos Estados Unidos para pôr um fim ao contencioso com a justiça americana, o ministro da economia Emmanuel Macron  propõe remédios para acabar com os males da França, a selecção A de futebol de França  começa a transformar em hábito a sua vontade de ganhar.

PROGRAMAÇÃO
Close