Últimas notícias
Jogos da Juventude - 
Artigo publicado em 23 de Agosto de 2010 - Atualizado em 23 de Agosto de 2010

Atletismo garante mais um ouro e uma prata para o Brasil

O atleta brasileiro Thiago Bras ganhou a medalha de prata na prova do salto com vara.
O atleta brasileiro Thiago Bras ganhou a medalha de prata na prova do salto com vara.
Wander Roberto/COB

Kênya Zanatta

A equipe brasileira de atletismo encerrou nesta segunda-feira sua participação nos Jogos Olímpicos da Juventude em Cingapura com a conquista de mais duas medalhas. Caio Cézar Fernandes garantiu o ouro nos 100 metros com revezamento medley e Thiago Braz ganhou a prata no salto com vara. A comisão técnica comemorou o bom desempenho dos atletas brasileiros, que marcaram presença em dez finais.

Os meninos do atletismo continuam dando alegrias para o Brasil nos Jogos Olímpicos da Juventude em Cingapura. Depois do primeiro ouro ontem, no salto em distância, Caio Cézar Fernandes, de 17 anos, ganhou mais uma medalha de ouro nesta segunda-feira, nos 100 metros com revezamento medley. A prova foi dividida por continentes, uma novidade introduzida pelo Comitê Olímpico Internacional. Caio competiu pelas Américas, junto com atletas da Jamaica, da República Dominicana e dos Estados Unidos.

Uma das maiores esperanças de medalha para o Brasil, Thiago Braz confirmou as expectativas e conquistou a prata no salto com vara, apesar da chuva que, segundo ele, "dificultou a prova, porque dá insegurança".
Thiago teve a mesma marca do primeiro colocado, 5,05 metros, e só ficou em segundo lugar porque fez uma tentativa a mais em uma das alturas anteriores.

O treinador-chefe José Haroldo Loureiro Gomes, o Arataca, comemora o bom desempenho da equipe brasileira de atletismo. "O Brasil fez a melhor participação nos Jogos Olímpicos em todos os tempos. Em Pequim tivemos sete finalistas. E aqui tivemos dez. Em 1952 o Brasil teve duas medalhas de ouro. E agora nós tivemos duas medalhas de ouro e uma de prata. Esse resultado não foi fruto do acaso, nem só do talento. O Comitê Olímpico Brasileiro e a Confederação Brasileira de Atletismo investiram. O Caio foi treinar junto com a Maureen Maggi [medalha de ouro no salto em distância em Pequim] em Madri e o Thiago foi treinar com o treinador do Serguei Bubka [recordista mundial do salto com vara]".

Segundo Loureiro Gomes, o investimento deve continuar nos próximos anos para preparar a nova geração de campeões do atletismo brasileiro para os Jogos Olímpicos do Rio em 2016.

tags: Atletismo
Close