Egito/Futebol - 
Artigo publicado em 13 de Fevereiro de 2012 - Atualizado em 13 de Fevereiro de 2012

Inquérito aponta negligência da polícia na tragédia de Port Said

Policial prende torcedor egípcio ferido durante a tragédia do dia 1° de fevereiro, em Port Said.
Policial prende torcedor egípcio ferido durante a tragédia do dia 1° de fevereiro, em Port Said.
REUTERS/Stringer

Um inquérito parlamentar aponta que houve negligência da polícia egípcia durante os confrontos no estádio de futebol de futebol de Port Said no dia 1° de fevereiro que resultaram na morte de 74 pessoas, de acordo com a imprensa oficial. A polícia subestimou a possibilidade de confrontos apesar de muitos torcedores terem deixado o local com meio da violência, afirmou o diário oficial Al-Ahram.
 

"A comissão de investigação parlamentar atribuiu grande parte da responsabilidade política ao sistema de segurança", escreve o jornal. O documento aponta falhas da polícia e das medidas de segurança na entrada do estádio uma vez que os espectadores não foram revistados para detectar presença de armas, e várias pessoas puderam aceder às arquibancadas sem ingresso, informou o jornal citando o relatório.

A violência no estádio de Port Said começou logo após o apito final do jogo onde o time local, o Al-Masry venceu o Al-Ahly, do Cairo por 3 a 1, em partida válida pelo campeonato egípcio. Centenas de torcedores do Al-Masry invadiram o gramado, perseguiram os jogadores da equipe adversária e começaram a atirar pedras e garrafas contra a torcido do Al-Ahly.

As forças de segurança foram acusadas de terem ficado passivas diante da violência. A tragédia relançou no país os protestos contra o Exército, que comanda o país desde a queda do ex-ditador Hosni Mubarak em 11 de fevereiro do ano passado devido a uma revolta popular.

O drama em Port Said desencadeou uma onda de cinco dias de violência no Cairo e em Suez, no norte do país, que resultou em 16 mortos.
 

tags: Egito - Estádio - Futebol - Polícia - Violência
Mais notícias sobre o mesmo assunto
Comentários
Comente este artigo
O conteúdo deste campo é privado e não irá ser exibido publicamente.
To prevent automated spam submissions leave this field empty.
CAPTCHA
Esta pergunta serve para diferenciação entre computadores e humanos contra os ataques de spams. Automated spam submissions.
Close