Últimas notícias
Brasil/Londres 2012 - 
Artigo publicado em 03 de Agosto de 2012 - Atualizado em 03 de Agosto de 2012

César Cielo e Rafael Silva trazem mais dois bronzes para o Brasil

O nadador César Cielo mostra sua medalha de bronze após conseguir o terceiro lugar na prova de 50 metros livre, nesta sexta-feira, em Londres.
O nadador César Cielo mostra sua medalha de bronze após conseguir o terceiro lugar na prova de 50 metros livre, nesta sexta-feira, em Londres.
REUTERS/Jorge Silva

RFI

O nadador César Cielo e o judoca Rafael Silva, o “Baby”, trouxeram mais dois bronzes para o Brasil nesta sexta-feira. Cielo chegou em terceiro lugar na prova dos 50 metros livre, sendo superado pelo francês Florent Manadou e pelo americano Cullen Jones. No judô, Rafael venceu por yuko o sul-coreano Sung-Min Kim, que é o quinto do ranking mundial.

O nadador brasileiro frustou a torcida, que esperava mais que um bronze nas piscinas de Londres. Na esperança pelo ouro, Cielo apostou até mesmo na estratégia de se conservar para a prova que lhe trouxe o primeiro lugar nos 50 metros livre nas Olimpíadas de Pequim há quatro anos, mas não conseguiu bater dois de seus adversários.

O francês Florent Manaudou, que fez o tempo de 21s34, e o americano Cullen Jones, com 21s54, levaram ouro e prata, respectivamente. O brasileiro foi derrotado nos milésimos finais, ficando com o tempo de 21s59.

"O francês fez a melhor prova da vida dele, nem ele esperava fazer esse tempo, então parabéns para o cara. Foi importante pegar uma medalha, de qualquer forma", disse o nadador após a prova, sem esconder a decepção por não ter conquistado o bicampeonato. Ele reconheceu que a disputa dos 100 metros na quarta-feira, quando chegou em sexto lugar, prejudicou seu desempenho hoje.

Golden score

A vitória de Rafael Silva na categoria pesado (acima dos 100 kg), só veio do golden score – a prorrogação do judô – porque não houve pontuação no tempo normal de luta. Os dois judocas chegaram a ser punidos por falta de combatividade.

No entanto, no golden score, o brasileiro soube atacar e se mostrou superior a seu adversário. Kim foi novamente punido por falta de combatividade e, como ele já havia recebido uma advertência, a punição se revertou em um yuko e no bronze para Baby.

Com esta vitória, o país bateu o recorde de medalhas olímpicas no judô.

Antes do início dos Jogos Olímpicos de Londres, o judoca brasileiro tinha apenas uma derrota em 71 combates desde 2009. Nesta sexta, ele manteve sua invencibilidade e estreou com duas vitórias por ippon: sobre o islandês Thormodur Jonsson e o lituano Marius Paskevicius.

Nas quartas de final, Baby foi derrotado pelo russo Alexander Mikhaylin, na decisão dos árbitros. Já na repescagem, ele bateu o húngaro Barna Bor e se partiu para a disputa do bronze.
 

tags: Esporte - Jogos Olímpicos - Jogos Olímpicos de Londres - Judo - Londres 2012
Mais notícias sobre o mesmo assunto
Comentários
Comente este artigo
O conteúdo deste campo é privado e não irá ser exibido publicamente.
To prevent automated spam submissions leave this field empty.
CAPTCHA
Esta pergunta serve para diferenciação entre computadores e humanos contra os ataques de spams. Automated spam submissions.
Close