Últimas notícias
Jogos Paralímpicos - 
Artigo publicado em 09 de Setembro de 2012 - Atualizado em 09 de Setembro de 2012

“Felicidade” brasileira encerra Jogos Paralímpicos de Londres

Cerimônia de encerramento dos Jogos Paralímpicos de Londres.
Cerimônia de encerramento dos Jogos Paralímpicos de Londres.
REUTERS/Toby Melville

RFI

Depois de duas semanas de competições, os Jogos Paralímpicos de Londres terminaram neste domingo batendo todos os recordes: 2 milhões e 700 mil ingressos foram vendidos, 421 recordes paralímpicos batidos, 164 países participantes. Na festa de encerramento, o Brasil planejou um espetáculo de oito minutos tendo como tema “felicidade”.

O show grandioso teve como um dos grandes destaques o show do Coldplay. Do lado brasileiro, Carlinhos Brown e os Paralemas do Sucesso rerpesentaram a cultura musical do país. Os problemas das favelas, mas vistos de forma alegre e divertida, a superação e a descontração  também foram os ingridientes escolhidos para o espetáculo brasileiro. Em uma entrevista coletiva, Andrew Parsons, presidente do Comitê Paralímpico Brasileiro, disse que "o objetivo da participação brasileira de oito minutos era mostrar o espírito de integração do nosso país".

O último dia de provas dos Jogos Paralímpicos de Londres trouxe mais uma medalha de ouro para o Brasil, justamente numa das provas mais prestigiadas: a maratona. Na categoria T46, que reúne atletas amputados ou com má formação congênita, o brasileiro Tito Sena venceu a prova no quilômetro final. Essa foi a 21ª medalha de ouro do Brasil nos jogos. Com o resultado, o Brasil ficou na sétima colocação totalizando 43 medalhas. A China ficou em primeiro lugar com 231 medalhas, sendo 95 de ouro, seguida pela Rússia com 36 medalhas de ouro e 102 medalhas no total e pela Grã-Bretanha que conquistou 34 ouros e 120 medalhas no total.

Os anfitriões dos Jogos Paralímpicos de Londres, aliás, têm outros motivos para comemorar o sucesso da competição. Os estádios cheios, uma cobertura intensa da imprensa e atletas paralímpicos alçados à condição de estrelas são alguns dos destaques desses jogos.

Segundo os organizadores, dois terços dos britânicos assistiram as competições pela televisão. O site oficial dos jogos também recebeu mais de dois milhões de acessos. “Estamos vivendo a era dos Palalímpicos”, resumiu Yves Foucault, presidente da Federação Francesa do Esporte Adaptado. O presidente do comitê oirganizador concorda : "Acho que as pessoas nunca mais verão a deficiência da emsma maneira”.
 

tags: Atletismo - Brasil - Cerimônia - Jogos Paralímpicos Londres 2012 - Londres
Mais notícias sobre o mesmo assunto
Comentários
Comente este artigo
O conteúdo deste campo é privado e não irá ser exibido publicamente.
To prevent automated spam submissions leave this field empty.
CAPTCHA
Esta pergunta serve para diferenciação entre computadores e humanos contra os ataques de spams. Automated spam submissions.
Close