Itália/Crise - 
Artigo publicado em 07 de Agosto de 2012 - Atualizado em 08 de Agosto de 2012

Itália aprova cortes de 26 bilhões de euros nas contas públicas

O chefe do governo italiano Mario Monti conseguiu impor seu plano de medidas de rigor.
O chefe do governo italiano Mario Monti conseguiu impor seu plano de medidas de rigor.
REUTERS/Juan Medina

RFI

O Parlamento italiano aprovou definitivamente nessa terça-feira o decreto de lei sobre a revisão de seus gastos públicos. As medidas de austeridade devem permitir ao país economizar mais de 26 bilhões de euros nos próximos três anos. O setor da saúde será um dos mais atingidos. 

Com 371 votos a favor, 86 contra e 22 abstenções, os deputados italianos adotaram nessa terça-feira o decreto sobre as medidas de rigor apresentadas pelo governo de Mario Monti para tentar tirar o país da crise financeira. O texto será publicado no Jornal Oficial até o final dessa semana. O pacote de cortes, batizado "spending review", permitirá uma economia de mais de 26 bilhões de euros (cerca de 65 bilhões de reais) durante os próximos três anos.

As medidas serão sentidas principalmente no setor da saúde e da administração pública. O programa prevê até novembro o corte de 7 mil leitos nos hospitais, a diminuição dos salários dos médicos e a introdução de uma série de novas diretivas ligadas às farmácias.

Do lado das repartições, o plano espera suprimir 20% do número de chefes no funcionalismo público, além de efetuar cortes de 4,7 bilhões de euros (quase 12 bilhões de reais) nos gastos dos ministérios. As despesas ligadas aos carros usados pelo governo também serão cortados pela metade e até o valor do reembolso das refeições dos funcionários será controlado. Com isso Roma espera evitar, durante pelos menos um ano, aumentos nos impostos.

A lei de revisão das despesas públicas italianas faz parte de uma série de reformas apresentadas desde a chegada de Mario Monti ao poder em novembro passado.
 

tags: Austeridade - Crise financeira - Economia - Itália - Zona do Euro
Mais notícias sobre o mesmo assunto
Comentários
Comente este artigo
O conteúdo deste campo é privado e não irá ser exibido publicamente.
To prevent automated spam submissions leave this field empty.
CAPTCHA
Esta pergunta serve para diferenciação entre computadores e humanos contra os ataques de spams. Automated spam submissions.
Close