Crise/Zona do euro - 
Artigo publicado em 26 de Agosto de 2012 - Atualizado em 26 de Agosto de 2012

Merkel pede para aliados medirem palavras sobre crise na Grécia

A chanceler alemã Angela Merkel e o primeiro-ministro grego, Antonis Samara, em Berlim na última sexta-feira.
A chanceler alemã Angela Merkel e o primeiro-ministro grego, Antonis Samara, em Berlim na última sexta-feira.
REUTERS/Thomas Peter

RFI

A chanceler alemã Angela Merkel afirmou durante uma entrevista à televisão pública ARD que "cada dia" conta para que a Grécia reforce significativamente "seus esforços" e respeite os compromissos assumidos com seus parceiros europeus. Ela pediu mais cuidado com as palavras por parte de seus aliados, já aue membros da sua própria coalizão mostram ceticismo sobre a permanência a Grécia na zona do euro. 

Angela Merkel disse que nos últimos dois anos e meio a confiança dos europeus no governo grego foi abalada e repetiu que espera o relatório da chamada troika (União Europeia, Banco Central Europeu e Fundo Monetário Internacional) antes de tomar qualquer decisão.

A chanceler afirmou ter dito ao primeiro-ministro grego, Antonis Samaras, que ela recebeu em Berlim na sexta-feira, que "ainda há muito a ser feito".

A líder alemã também aproveitou para mandar um recado aos seus aliados, muitos dos quais falam abertamente da saída da Grécia da zona do euro. Angela Merkel disse que a Europa se encontra "em uma fase decisiva" e que todos devem tomar cuidado com o que dizem.

Em uma entrevista ao jornal dominical "Bild am Sonntag", o secretário geral da CSU, o equivalente na Bavária da União Cristã-Democrata de Angela Merkel, Alexander Dobrindt, avalia que "cedo ou tarde os gregos vão reconhecer que se recuperarão mais facilmente fora do euro". "Eu vejo a Grécia fora do euro em 2013", acrescentou.

Já o chanceler austríaco, Weiner Faymann, disse em uma entrevista publicada neste domingo que é preciso dar mais tempo à Grécia para pagar suas dívidas, com a condição de que Atenas continue suas reformas e que os objetivos de economia sejam atingidos.

tags: Alemanha - Angela Merkel - Crise - Grécia - Zona do Euro
Mais notícias sobre o mesmo assunto
Comentários
Comente este artigo
O conteúdo deste campo é privado e não irá ser exibido publicamente.
To prevent automated spam submissions leave this field empty.
CAPTCHA
Esta pergunta serve para diferenciação entre computadores e humanos contra os ataques de spams. Automated spam submissions.
Close