Carros Elétricos - 
Artigo publicado em 09 de Agosto de 2012 - Atualizado em 10 de Agosto de 2012

Sem compradores, Peugeot reduz preços de carros elétricos em 75%

O modelo Peugeot Ion viu seu preço ser dividido por três em apenas dois anos.
O modelo Peugeot Ion viu seu preço ser dividido por três em apenas dois anos.
www.peugeot.fr

Silvano Mendes

Lançada há pouco mais de dois anos, a venda de carros elétricos ainda não conquistou os consumidores na França. No ano passado esse tipo de veículo representava menos de 1% das vendas do setor. Diante da falta de compradores, a montadora francesa Peugeot reduziu em 75% o preço de seus automóveis elétricos.

Quando a Peugeot lançou o Ion, seu primeiro carro elétrico, há cerca de dois anos, o veículo custava mais de 30 mil euros (cerca de 74 mil reais). Mas diante da falta de interesse dos consumidores, que consideram o automóvel caro demais, o grupo teve que rever sua política de preços na França e atualmente é possível encontrar o mesmo modelo, 0 km, por menos de 11 mil euros (27 mil reais), um terço do valor de lançamento.

A queda dos preços foi provocada pelos fracos resultados das vendas. No ano passado apenas 4531 carros elétricos foram vendidos na França, o equivalente a 0,2% do número de veículos comercializados no país (2,2 milhões em 2011).

A primeira vítima da situação é a Mitsubishi, fornecedora dos veículos elétricos do grupo Peugeot-Citroën (PSA), já que os franceses suspenderam as encomendas enquanto não vende seus estoques. “O fornecimento foi interrompido, mas não foi suprimido. Os termos do contrato entre a PSA e a Mitsubishi Motors não mudaram”, declarou o porta-voz da montadora japonesa, sem dar detalhes sobre a data do fim dessa pausa.

O grupo PSA havia fechado uma parceria com a Mitsubishi para evitar a entrada de dois modelos similares no mercado. Os franceses haviam se comprometido em comprar 100 mil carros i-MiEv durante um período estimado entre cinco e dez anos. Mas desde seu lançamento em 2010, das cerca de 11 mil unidades dos modelos Peugeot Ion e Citroën C-Zéro fabricados pelos japoneses, apenas 6.575 foram vendidas.

Do lado dos concorrentes a situação não é muito diferente. Um bom exemplo é o do Nissan Leaf, um dos carros mais procurados do país, que teve apenas 83 exemplares vendidos em 2011.

tags: Carros - Ecologia - França
Mais notícias sobre o mesmo assunto
Comentários
Comente este artigo
O conteúdo deste campo é privado e não irá ser exibido publicamente.
To prevent automated spam submissions leave this field empty.
CAPTCHA
Esta pergunta serve para diferenciação entre computadores e humanos contra os ataques de spams. Automated spam submissions.
Close