Últimas notícias
França/Google - 
Artigo publicado em 19 de Outubro de 2012 - Atualizado em 19 de Outubro de 2012

Google ameaça boicotar sites de jornais franceses

Essa não é a primeira vez que o Google ameaça boicotar o conteúdo de jornais na Europa.
Essa não é a primeira vez que o Google ameaça boicotar o conteúdo de jornais na Europa.

RFI

O gigante norte-americano Google ameaçou excluir os sites da mídia francesa de seu sistema de buscas. A medida é uma resposta a um projeto de lei do ministério da Cultura da França, que prevê cobrar uma taxa do site de pesquisas cada vez que o conteúdo de uma página de um jornal ou revista do país for publicado.

O Google exprimiu nessa sexta-feira o seu desacordo ao projeto de criação de uma taxa para a utilização do conteúdo da mídia francesa em seu sistema de buscas. O texto, discutido nesse momento pelo ministério francês da Cultura, prevê que o gigante norte-americano pague um imposto cada vez que indexar informações publicadas pelos veículos de imprensa do país. Uma ideia similar também foi adotada pelo governo alemão em agosto passado.

O projeto francês é uma iniciativa das associações de editores dos veículos de comunicação, que querem ser remunerados, como uma espécie de direito autoral indireto, todas as vezes que o motor de buscas divulgar a produção da mídia. Já para o Google, “uma lei como essa proposta na França e na Alemanha seria muito prejudicial para a internet”.

A ministra francesa da Cultura, Aurélie Filipetti, apoia a cobrança da taxa que, segundo ela, é “extremamente pertinente”. Ela também reagiu às declarações do site de buscas dizendo que não se trata um governo com ameaças. Os executivos do Google participam de uma reunião na tarde dessa sexta-feira com membros da gabinete da ministra da Economia Digital, Fleur Pellerin, para discutir o caso.

Essa não é a primeira vez que a questão da divulgação gratuita do conteúdo de jornais e revista pelo Google provoca tensões na Europa. No ano passado, o gigante norte-americano deixou de indexar os sites dos jornais belgas durante três dias em resposta a um projeto de retribuição financeira feito pelos editores da imprensa do país. A situação voltou ao normal quando Bruxelas desistiu da medida.
 

tags: França - Imprensa Francesa - Informática - Internet - Jornais Franceses
Mais notícias sobre o mesmo assunto
Comentários
Comente este artigo
O conteúdo deste campo é privado e não irá ser exibido publicamente.
To prevent automated spam submissions leave this field empty.
CAPTCHA
Esta pergunta serve para diferenciação entre computadores e humanos contra os ataques de spams. Automated spam submissions.
Close