Últimas notícias
Afeganistão/ Estados Unidos - 
Artigo publicado em 22 de Fevereiro de 2012 - Atualizado em 22 de Fevereiro de 2012

Protestos anti-EUA no Afeganistão deixam mortos e feridos

Manifestações anti-EUA no Afeganistão nesta quarta-feira.
Manifestações anti-EUA no Afeganistão nesta quarta-feira.
REUTERS/Ahmad Masood

RFI

Pelo menos cinco pessoas morreram em novas manifestações anti-americanas nesta quarta-feira no Afeganistão e ao menos 30 ficaram feridas a tiros.

 

Apesar de a OTAN ter se desculpado pela queima de exemplares do Alcorão por soldados da coalizão, centenas de afegãos saíram nas ruas em Cabul e Jalalabad, no leste, em protesto contra a profanação do livro sagrado dos muçulmanos. Cartazes traziam o slogan "Morte à América".

Como acontece desde segunda-feira, os manifestantes atacaram as instalações da OTAN, provocando troca de tiros com as tropas locais. O secretário da Defesa dos Estados Unidos, Leon Panetta, também se desculpou e admitiu que soldados americanos se desembaraçaram de exemplares do Alcorão de forma indevida.

Uma das vítimas é de Jalalabad, no leste do país, e a outra de Kaboul. Três outras pessoas foram mortas na provícia de Parwan, no norte de Kaboul.

“Os manifestantes ficaram violentos. Eles começaram a atacar a polícia com pedras”, afirmou Roshna Khalid, porta-voz das autoridades locais. Segundo ela, alguns manifestantes estavam armados.

As profanações do livro santo do Islam e outros atos considerados como blasfêmia pelos muçulmanos são cometidas por soldados estrangeiros periodicamente no Afeganistão e causam, geralmente, manifestações violentas.

 

tags: Afeganistão - Estados Unidos - Exército - Manifestação - Violência
Mais notícias sobre o mesmo assunto
Comentários
Comente este artigo
O conteúdo deste campo é privado e não irá ser exibido publicamente.
To prevent automated spam submissions leave this field empty.
CAPTCHA
Esta pergunta serve para diferenciação entre computadores e humanos contra os ataques de spams. Automated spam submissions.
Close