Últimas notícias
Ucrânia - 
Artigo publicado em 09 de Maio de 2012 - Atualizado em 09 de Maio de 2012

Iulia Timochenko suspende greve de fome, diz médico alemão

Ambulância leva Iulia Timochenko ao hospital, em Kharkiv, nesta quarta-feira.
Ambulância leva Iulia Timochenko ao hospital, em Kharkiv, nesta quarta-feira.
REUTERS/Dmitry Neymyrok

A ex-primeira-ministra da Ucrânia Iulia Timochenko foi transferida na manhã de hoje da prisão para um hospital na própria cidade de Kharkiv, no leste do país, onde será tratada de hérnia de disco. O médico alemão destacado para cuidar da ex-primeira-ministra anunciou que ela suspendeu a greve de fome iniciada há 20 dias.

Depois de examiná-la e constatar que Timochenko está "muito enfraquecida", o médico alemão disse que a ex-primeira-ministra voltou a se hidratar, bebendo sucos e água. O médico, enviado especialmente de Berlim para atender a opositora ucraniana, explicou que o tratamento vai durar no mínimo oito semanas.

Pelo estado precário de saúde em que ela se encontra, Timochenko só pode tomar um número limitado de medicamentos, de acordo com o médico, e provavelmente não terá condições de assistir ao novo julgamento em que é acusada de desvio de recursos e fraude fiscal, marcado para o dia 21 de maio.

Timochencko iniciou a greve de fome no dia 20 de abril em protesto contra os maus-tratos que diz sofrer na prisão. Segundo os advogados da opositora, ela foi espancada pelos agentes carcerários.

Símbolo da Revolução Laranja, em 2004, a ex-premiê foi condenada a sete anos de prisão por abuso de poder. Ela está detida desde agosto do ano passado e alega sofrer perseguição política do presidente Viktor Ianoukovitch, seu rival, eleito em 2010.
 

tags: Greve - Iúlia Timochenko - Política Internacional - Ucrânia
Mais notícias sobre o mesmo assunto
Comentários
Comente este artigo
O conteúdo deste campo é privado e não irá ser exibido publicamente.
To prevent automated spam submissions leave this field empty.
CAPTCHA
Esta pergunta serve para diferenciação entre computadores e humanos contra os ataques de spams. Automated spam submissions.
Close