Últimas notícias
Impostos/EUA - 
Artigo publicado em 14 de Julho de 2012 - Atualizado em 14 de Julho de 2012

Obama pede que Congresso aprove corte de impostos

Presidente americano Barack Obama neste sábado (14) na Casa Branca. Ele pediu ao Congresso que aprove extensão de corte de impostos.
Presidente americano Barack Obama neste sábado (14) na Casa Branca. Ele pediu ao Congresso que aprove extensão de corte de impostos.
Reuters

RFI

Barack Obama pediu neste sábado ao Congresso americano, em seu discurso semanal pelo rádio e internet, que aprove uma extensão da redução dos impostos apenas para a classe média, deixando de fora os mais ricos.

O presidente disse que em meu plano, 98% das famílias americanas não terão aumentos nos impostos. Mas os que têm renda superior a 250 mil dólares por ano terão que pagar mais, precisou Obama.

Em primeiro de janeiro de 2013, chega ao fim uma redução de impostos adotada durante o mandato do ex-presidente republicano George W. Bush e estendida por Obama. Os dois partidos ainda não chegaram a um acordo sobre como prolongá-la.

Enquanto Obama e os democratas querem aumentar os impostos dos ricos, os republicanos dizem que esta medida vai interferir na frágil recuperação econômica do país.

O presidente recusou a ideia dos republicanos de que um maior número de ricos ajudaria a criar emprego para a classe média. “Já tentamos esta via a maior parte da década passada, mas não funcionou”, disse Obama.

O presidente disse que os Estados Unidos necessita de políticas para crescer e fortalecer a classe média, que ajudem a criar emprego e façam a educação e a formação mais acessíveis. De acordo com a oposição, o plano de Obama causará um aumento de impostos para cerca de um milhão de pequenos negócios.

Eleições

A equipe de campanha de Obama voltou a atacar neste sábado, o provável candidato republicano às eleições presidenciais americanas, Mitt Romney, em um anúncio publicitário.

Emitido 12 horas depois que Romney exigisse desculpas de Obama pelo que qualificou de ataques “falsos, enganosos e desonestos”, o novo vídeo acusa os republicanos de serem “o problema e não a solução”.

O anúncio, divulgado na manhã de sábado pelo Youtube, reitera as acusações feitas anteriormente contra a empresa de fundo de inversões Bain Capital, criada por Romney em 1984, e com a qual fez fortuna. Mas desta vez, os ataques vão diretamente ao candidato e suas finanças pessoais. As denúncias afirmam que as atividades da empresa foram transferidas para México e Índia e que Romney teria milhões em paraísos fiscais.
 

tags: Barack Obama - Eleições Americanas 2012 - Estados Unidos - Imposto - Mitt Romney
Mais notícias sobre o mesmo assunto
Comentários (1)

A CHANCE AGAIN FOR YOU...

Olá amigos da RFI, receioso mas movido pelo pulso do povo Mr. BARACK OBAMA se dignou olhar "para baixo", entenda nós outros, ás vezes é preciso lembrá-lo que ele é "que manda no poder", desse modo, Mr.OBAMA só mais uma chance ao nobre colega OK?

Comente este artigo
O conteúdo deste campo é privado e não irá ser exibido publicamente.
To prevent automated spam submissions leave this field empty.
CAPTCHA
Esta pergunta serve para diferenciação entre computadores e humanos contra os ataques de spams. Automated spam submissions.
Close