Últimas notícias
 
17 de Julho de 2012
Pílula de prevenção à Aids pode estimular comportamentos de risco
Truvada é o primeiro tratamento preventivo contra a Aids.
Truvada é o primeiro tratamento preventivo contra a Aids.
DR
Lúcia Müzell

A notícia de que a agência americana de medicamentos aprovou o Truvada como a primeira pílula para a prevenção do HIV foi bem recebida pela comunidade científica, mas trouxe também preocupação às organizações que lutam para evitar a transmissão doença. Tudo porque a existência de uma pílula protetora contra o vírus pode estimular mais comportamentos de risco entre as pessoas sexualmente ativas.

O governo brasileiro não se anima em estimular o uso do Truvada no país, e ressalta que o maior desafio hoje é aumentar o número de diagnósticos. Dirceu Greco, diretor do departamento DST Aids do Ministério da Saúde, lembra que dos cerca de 630 mil infectados no Brasil, em torno de 250 mil sequer sabem da contaminação.

Mariângela Simão, da agência da ONU para a Aids em Genebra, acha fundamental o medicamento só ser receitado para pessoas que seguem à risca o tratamento preventivo, e ainda assim não abandonem a camisinha.

 

 

Mais notícias sobre o mesmo assunto
Close