18 de Julho de 2012
Convivência com animais diminui infecções em bebês
Pesquisa mostra os benefícios da convivência com cães domésticos.
Pesquisa mostra os benefícios da convivência com cães domésticos.
REUTERS/Rebecca Cook
Ana Carolina Peliz

Animais de estimação fazem bem à saúde dos bebês. Isto é o que revela uma pesquisa publicada pela revista Pediatrics. Segundo o estudo, realizado por um grupo de pesquisadores finlandeses do hospital universitário de Kuopio, o contato com animais domésticos, principalmente cachorros, ajuda a fortalecer o sistema imunológico de crianças pequenas.

Os cientistas observaram o primeiro ano de vida de cerca de 400 crianças. Os que tinham contato com animais de estimação eram quase 30% mais resistentes e desenvolviam menos problemas respiratórios. Além disso, as crianças tinham, em média, menos necessidade de recorrer ao uso de antibióticos. O estudo mostrou também que a proteção é maior quando o cachorro fica dentro de casa durante pelo menos seis horas por dia e que diminui se o animal fica preso do lado de fora.

A hipótese da pesquisa era que o contato com os animais poderia ajudar a amadurecer o sistema imunológico, levando a reações mais eficazes e a períodos de infecção mais curtos. A situação foi confirmada mesmo depois que os pesquisadores consideraram outros fatores que aumentam os riscos de infecção como frequentar uma creche, conviver com fumantes, ter pais asmáticos, entre outros.

Segundo o imunologista Jean François Bach, da Academia Francesa de Ciências, os animais carregam germes e bactérias que não são malignos para os pequenos, ao contrário, ajudam a torná-los mais resistentes a alergias, mas também a outras doenças. Mas de acordo com o especialista, a principal contribuição desta pesquisa é o fato de ajudar a relativizar a noção de higiene.

 

Close