Últimas notícias
 
27 de Julho de 2012
França vai investir em tecnologia verde para salvar setor automobilístico
Carros de segunda mão da Peugeot no estacionamento de uma revendora em Nice, no sudeste da França.
Carros de segunda mão da Peugeot no estacionamento de uma revendora em Nice, no sudeste da França.
REUTERS/Eric Gaillard
Ana Carolina Peliz

Para lutar contra a crise que atravessa o setor automobilístico, o governo francês quer desenvolver a tecnologia verde. Após o anúncio do plano de demissão de 8 mil empregados da montadora Peugeot Citroën, o ministro da Reestruturação Produtiva, Arnaud Montebourg, anunciou na quarta-feira uma série de medidas para salvar o segmento que é um dos mais atingidos pela crise econômica.

O plano do estado francês promete investir 350 milhões de euros (quase 900 milhões de reais), na pesquisa e desenvolvimento de tecnologias sustentáveis para o setor. O objetivo, segundo o ministro, é transformar o veículo ecológico em um objeto da vida cotidiana dos franceses, que não seja reservado apenas a algumas classes sociais.

De acordo com representantes sindicais, insatisfeitos com as medidas, o governo não apresentou respostas para o plano social do grupo Peugeot Citroën. Ainda segundo eles, os veículos elétricos e híbridos da montadora não são fabricados na França, além de terem preços pouco competitivos no mercado. No primeiro semestre deste ano, apenas 12.500 veículos deste tipo foram vendidos no país.

Para analistas o plano poderia não trazer muitas vantagens para a França. Ouça a entrevista com Marc Touati, presidente da empresa de consultoria ACDEFI, que analisa as medidas do governo francês.
 

Mais notícias sobre o mesmo assunto
Close