Últimas notícias
 
06 de Agosto de 2012
Longa pernambucano estreia em festival de Locarno
Cena do longa “Boa sorte, meu Amor” que participa da 65ª edição do Festival Internacional de Cinema de Locarno, na Suíça.
Cena do longa “Boa sorte, meu Amor” que participa da 65ª edição do Festival Internacional de Cinema de Locarno, na Suíça.
Divulgação
Luiza Duarte

Três filmes brasileiros participam este ano da 65ª edição do Festival Internacional de Cinema de Locarno, na Suíça. Do 1ª de agosto até o dia 11, 19 noves filmes, quase todos inéditos, serão exibidos na competição principal. No programa, estão mais de 300 filmes de cerca de 50 países, escolhidos sempre com a preocupação de fazer do evento uma plataforma exigente de lançamento para novas propostas cinematográficas.

No entanto, o cinema nacional será representado apenas em mostras paralelas, como a “Cineastas do Presente” voltada para jovens diretores, onde estreia o longa-metragem “Boa sorte, meu Amor” do diretor pernambucano, Daniel Aragão. Em entrevista à RFI, Aragão e Guto Parente, que também integra o festival com o curta “Dizem que os cães veem coisas”, na mostra “Curta de Autores”, falam das dificuldades de definir uma linguagem brasileira no cinema e colocam em foco a estética regional.

Mais notícias sobre o mesmo assunto
Close