Últimas notícias
 
10 de Agosto de 2012
Colômbia adere à Convenção sobre desaparecidos forçados
Entra em vigor na Colômbia nesta quinta-feira a Convenção Internacional para a Proteção de Todas as Pessoas contra os Desaparecimentos Forçados.
Entra em vigor na Colômbia nesta quinta-feira a Convenção Internacional para a Proteção de Todas as Pessoas contra os Desaparecimentos Forçados.
http://pimentacomlimao.wordpress.com
Luiza Duarte

Nesta sexta-feira o governo colombiano ratifica a Convenção Internacional contra o Desaparecimento Forçado, se tornando um dos 34 países que já integram o tratado, como o Brasil e a França.O desaparecimento forçado longe de ser um instrumento de violação de direitos humanos adotado apenas durante ditadoras, guerras e ocupações se consolidou como uma prática que coexiste em governos democráticos como um delito comum.

Diferente do sequestro, quando a família da vítima é contatada para que pague uma soma de dinheiro em troca da vida do sequestrado, no desaparecimento forçado não há mais notícias sobre o paradeiro, estado de saúde ou causa da privação de liberdade.

Na Colômbia, em 2011 o número de desaparecidos chegava a mais de 62 mil, desses cerca de 16 mil casos são reconhecidos como desaparecimentos forçados. Em entrevista à RFI, Esperanza Merchan, representante da AFADDES, associação de famílias de vítimas de desaparecimentos forçados na Colômbia, relata uma história de resistência diante da impunidade da justiça. Assim como Victória Grabois, presidente do grupo Tortura nunca mais, que luta em defesa das vítimas da ditadura militar no Brasil, ela lamenta que as leis que não saiam do papel e que a verdade continue velada sobre as causas dos desaparecimentos e sobre os envolvidos.
 

Mais notícias sobre o mesmo assunto
Close