França/Síria - 
Artigo publicado em 21 de Agosto de 2012 - Atualizado em 21 de Agosto de 2012

Hollande e opositores sírios discutem governo de transição

O presidente François Hollande (à direita) recebeu a delegação de opositores sírios nesta terça-feira no Palácio do Eliseu.
O presidente François Hollande (à direita) recebeu a delegação de opositores sírios nesta terça-feira no Palácio do Eliseu.
REUTERS/Michel Euler

RFI

O presidente francês, François Hollande, recebeu hoje no Palácio do Eliseu, em Paris, uma delegação do Conselho Nacional Sírio (CNS), principal coalizão de oposição, liderada por seu presidente Abdel Basset Sayda. Ao final do encontro, que durou cerca de 45 minutos, Sayda declarou que as conversas giraram em torno da formação de um governo de transição.
 

O chefe de Estado francês recebeu os membros da delegação do CNS na varanda do palácio presidencial e deu um abraço em cada um deles. Participaram da reunião cinco membros da delegação de oposição e o ministro francês das Relações Exteriores, Laurent Fabius.

De acordo com um comunicado divulgado pelo Palácio do Eliseu, a sede da presidência francesa, François Hollande encorajou o CNS a reunir todas as forças da oposição no país. Dessa forma, “os representantes legítimos da nova Síria poderão preparar a transição rumo a um regime democrático nas melhores condições possíveis”, disse o líder francês. Segundo o documento, Paris deve continuar enviando a ajuda humanitária "indispensável para a população", que sofre há 17 meses com os confrontos entre as forças do regime e seus opositores. 

Na véspera, François Hollande já havia recebido no Eliseu o novo mediador internacional para a Síria, Lakhdar Brahimi. Ao final desse primeiro encontro sobre a Síria depois de seu retorno de férias, no domingo à noite, o presidente francês, muito criticado pela oposição pela inércia neste dossiê, havia reafirmado que não pode "haver solução política na Síria sem a saída de Bashar al-Assad do poder". Hollande também lembrou o compromisso da França "em favor de uma Síria livre, democrática e que respeite os direitos de cada uma de suas comunidades".

tags: Bashar al-Assad - Conflito - Conselho Nacional Sírio - François Hollande - Oposição - Rebeldes - Repressão - Síria
Mais notícias sobre o mesmo assunto
Comentários
Comente este artigo
O conteúdo deste campo é privado e não irá ser exibido publicamente.
To prevent automated spam submissions leave this field empty.
CAPTCHA
Esta pergunta serve para diferenciação entre computadores e humanos contra os ataques de spams. Automated spam submissions.
Close