Últimas notícias
Artigo publicado em 28 de Agosto de 2012 - Atualizado em 28 de Agosto de 2012

Ministros das Finanças do G7 pedem aumento da produção de petróleo

Aumento do preço do petróleo preocupa os ministros do G7.
Aumento do preço do petróleo preocupa os ministros do G7.
Getty Images/David Jones

RFI

Os ministros das Finanças do G7 pediram nessa terça-feira o aumento na produção de petróleo para combater a alta nos preços do barril e suas consequências na economia mundial. A situação nas refinarias do Golfo do México, que tiveram que interromper parte de suas atividades, deve alterar a cotação do bruto. 

Os ministros das Finanças dos sete países mais industrializados do planeta (G7) se uniram para alertar para os riscos do aumento do preço dos combustíveis para o crescimento mundial. “A alta atual do petróleo reflete as preocupações geopolíticas e algumas perturbações na oferta. Nós encorajamos os países produtores a aumentarem a produção para responder à demanda”, enfatiza o comunicado comum.

“Conscientes dos riscos substanciais do preço elevado, nós vigiamos de perto a situação do mercado”, completa o texto. O barril do bruto fechou em Nova York cotado a 96,3 dólares, contra 77,7 dólares - o nível mais baixo do ano - registrados em 28 de junho. Já o barril do Brent do mar do norte terminou o dia sendo negociado em Londres a 112,6 dólares (contra 89,2 dólares em 21 de junho).

O anúncio dos ministros das Finanças do G7 é feito em um momento delicado, quando a chegada do furacão Isaac na costa norte-americana pode balançar o mercado. Cerca de 93% da produção de petróleo bruto teve de ser interrompida no Golfo do México por causa da passagem do ciclone. Segundo um relatório divulgado pelo departamento americano de energia (DoE) nessa terça-feira, pelo menos oito refinarias foram fechadas ou reduziram suas atividades na região.

Mais notícias sobre o mesmo assunto
Comentários
Comente este artigo
O conteúdo deste campo é privado e não irá ser exibido publicamente.
To prevent automated spam submissions leave this field empty.
CAPTCHA
Esta pergunta serve para diferenciação entre computadores e humanos contra os ataques de spams. Automated spam submissions.
Close