Irã/Energia Nuclear - 
Artigo publicado em 31 de Agosto de 2012 - Atualizado em 31 de Agosto de 2012

Chanceler francês pede reforço das sanções contra o Irã

O chanceler francês Laurent Fabius, no dia 17 de agosto
O chanceler francês Laurent Fabius, no dia 17 de agosto
REUTERS/Mohamed Azakir

RFI

O ministro das Relações Exteriores da França, Laurent Fabius, avaliou hoje que será necessário "reforças as sanções" contra o Irã, já que o país "não se mexeu", apesar das reiteradas advertências ocidentais sobre seu programa nuclear.

"Só acredito nos fatos", declarou o chanceler entrevista à rádio Europe 1. "Por enquanto, os fatos constatados não vão na direção" do que deseja a comunidade internacional. Ele disse ainda esperar uma mudança de postura por parte do regime de Mahmoud Ahmadinejad, mas que até agora "nada se constatou neste sentido".

As declarações vêm depois da divulgação nesta quinta-feira de um severo relatório da Agencia Internacional de Energia Atômica sobre o programa nuclear iraniano. Os especialistas do organismo sediado em Viena afirmam que, mesmo sob sanções, Teerã dobrou sua capacidade de enriquecimento de urânio na central subterrânea de Fordo. O texto também acusa o Irã de colocar obstáculos à inspeção na central de Parchin.

O relatório também provocou reações nos Estados Unidos. Washington alertou que o prazo para as negociações diplomáticas está acabando. Apesar de reiterar que a "janela para uma saída diplomática" permanece aberta, o porta-voz do governo Barack Obama Jay Carney frisou que ela pode se fechar a qualquer momento. O ocidente suspeita que a república islâmica esteja desenvolvendo armas atômicas sob a cobertura de um programa nuclear civil, o que Teerã sempre negou.

tags: Laurent Fabius - Mahmoud Ahmadinejad - Nuclear - Usina Nuclear
Mais notícias sobre o mesmo assunto
Comentários
Comente este artigo
O conteúdo deste campo é privado e não irá ser exibido publicamente.
To prevent automated spam submissions leave this field empty.
CAPTCHA
Esta pergunta serve para diferenciação entre computadores e humanos contra os ataques de spams. Automated spam submissions.
Close