Imprensa - 
Artigo publicado em 24 de Setembro de 2012 - Atualizado em 24 de Setembro de 2012

Jornal suspeita de investimentos vultosos do Catar na França

Capa do jornal francês Libération desta segunda-feira, (24)
Capa do jornal francês Libération desta segunda-feira, (24)
libération

Adriana Moysés

O Libération destaca em manchete um acordo fechado entre o governo francês e o emirado do Catar prevendo investimentos de 100 milhões de euros em subúrbios pobres da periferia de Paris e na zona rural próxima da capital. O jornal progressista está preocupado com a crescente influência do Catar sobre o governo e os negócios na França. O jornal questiona, legitimamente, o que o emirado pode exigir em contrapartida a esses investimentos.
 

O ministro francês da Recuperação Produtiva, Arnaud de Montebourg, acaba de assinar com o Catar um acordo para a criação de um fundo de investimentos com capital misto, dos dois países, mas a fatia do Catar será bem maior. O Libé diz que as autoridades francesas ficam tão seduzidas com o potencial financeiro do Catar que até esquecem que é de responsabilidade do Estado investir nas áreas carentes.

O projeto do fundo surgiu de uma iniciativa de prefeitos de subúrbios pobres de Paris que, irritados com o abandono do Estado, foram ao Catar buscar investimentos para suas regiões. Esses subúrbios abrigam uma população majoritariamente muçulmana, o que criou em laço imediato com o rico emirado árabe.

O Libération compreende que a diplomacia se transformou. Hoje em dia o poder econômico eleva um país ao estado de potência política, quando antigamente o que determinava essa posição no mundo era o poderio militar. Os ingleses até criaram um termo para essa nova diplomacia, soft power, escreve o Libé. Mas o jornal argumenta que nenhum governo age por filantropia. Em editorial, o Libé pergunta: agora que a França aceitou terceirizar a um país estrangeiro uma parte de suas obrigações soberanas, qual será a próxima etapa?
 

tags: Catar - França - Imprensa - Investimentos - Paris
Comentários
Comente este artigo
O conteúdo deste campo é privado e não irá ser exibido publicamente.
To prevent automated spam submissions leave this field empty.
CAPTCHA
Esta pergunta serve para diferenciação entre computadores e humanos contra os ataques de spams. Automated spam submissions.
Close