Últimas notícias
Síria/crise - 
Artigo publicado em 02 de Outubro de 2012 - Atualizado em 02 de Outubro de 2012

Exército turco mata combatente curdo na Síria

Soldado em patrulha nas ruas de Alepo
Soldado em patrulha nas ruas de Alepo
REUTERS/Zain karam

RFI

Um combatente sírio curdo foi morto nesta terça-feira e dois outros foram feridos por tiros do exército turco, informou o Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH). Trata-se da primeira morte provocada pela Turquia desde o início do conflito entre rebeldes e o regime Bashar al-Assad. O incidente aconteceu em um vilarejo da região de Derbassiyé, na província curda de Hassaka, no nordeste do país.

Os três homens, hostis ao governo de Damasco e não-alinhados aos rebeldes, patrulhavam a fronteira quando foram surpreendidos por artilharia turca do outro lado. De acordo com o OSDH, os combatentes atacados são membros das Unidades de Proteção do Povo (YPG), uma milícia próxima da União Democrática, braço sírio do movimento curdo PKK. A Turquia, como vários outros países, classifica o PKK como organização terrorista.

Os curdos sírios estão parcialmente engajados nas revoltas contra o governo de Bashar al-Assad, mas tentaram manter longe da violência seus territórios onde não há presença do Exército Sírio Livre. No passado, quando ainda era aliada da Síria, a Turquia acusou o vizinho de "entregar" regiões no norte do país. Ancara classificou esta ocupação de agressiva contra os turcos. Suspeitas de conluio entre o regime os rebeldes curdos voltaram a aparecer em julho, quando o exército sírio se retirou sem conflito de algumas regiões sírias, onde havia militantes do YPG.

Mais violência pelo país
O exército sírio bombardeou varias cidades da província de Damasco na manhã desta terça-feira e enviou reforços a Alepo, segunda maior cidade do país, onde os combates continuam no mercado medieval tombado pelo patrimônio histórico. Duma, cidade no noroeste de Damasco tomada pelos rebeldes, é palco de intensos bombardeios e das ações mais violentas das forças do governo de Bashar Al-Assad contra rebeldes desde o início da revolta. Um vídeo colocado na internet pelos rebeldes mostra a fuga em massa dos habitantes do local.

De acordo com o jornal oficial do país, o exército está determinado a acabar com a oposição na cidade. As forças sírias teriam destruído estoques de armas, munições e equipamentos dos rebeldes. Dois civis morreram nos bombardeios, segundo o Observatório Sírio dos Direitos Humanos. Outros seis soldados foram mortos por rebeldes em um ataque a um centro de saúde onde se concentram militares sírios.

Já em Alepo, o bairro de Hanano City foi violentamente bombardeado nesta manhã, deixando muitos feridos. Novos combates foram registrados nesta madrugada no mercado medieval da cidade, local tombado como patrimônio mundial da humanidade pela Unesco, onde violentas batalhas haviam sido registradas ontem.

tags: Bashar al-Assad - Síria - Turquia
Mais notícias sobre o mesmo assunto
Comentários
Comente este artigo
O conteúdo deste campo é privado e não irá ser exibido publicamente.
To prevent automated spam submissions leave this field empty.
CAPTCHA
Esta pergunta serve para diferenciação entre computadores e humanos contra os ataques de spams. Automated spam submissions.
Close