Eleições/Venezuela - 
Artigo publicado em 07 de Outubro de 2012 - Atualizado em 07 de Outubro de 2012

Eleições na Venezuela contam com 19 milhões de eleitores

Venezuelanos fazem fila para votar desde antes da abertura das urnas, às 6h da manhã.
Venezuelanos fazem fila para votar desde antes da abertura das urnas, às 6h da manhã.
Reuters/Jorge Silva

RFI

Dia de eleição presidencial na Venezuela, a população despertou às três horas da manhã com o toque de Diana, a corneta que soa chamando o povo para votar. São esperados cerca de 19 milhões de eleitores que irão a um dos 35 mil centros de votação espalhados por todo o país. Eles vão decidir se o presidente-candidato Hugo Chávez continua no poder ou se o candidato opositor Henrique Capriles assumirá a presidência da Venezuela por um período de seis anos.

Elianah Jorge, correspondente da RFI em Caracas

As urnas foram liberadas para a votação às 6h da manhã, 7h no horário de Brasília, mas desde muito mais cedo os eleitores fizeram fila para garantir o direito de votar - decisão não obrigatória no país.

Hugo Chávez votou às 13h30 no Palácio Fajardo, dentro da comunidade 23 de Enero, um dos bastiões do chavismo em Caracas. Por sua vez, Enrique Capriles depositou seu voto às 12h30 em um colégio no bairro de Las Mercedes, também na capital venezuelana.

Durante todo o dia, a eleição transcorreu sem maiores incidentes em todo o país. Estão proibidos o uso de acessórios que possam ser associados aos candidatos, mas esta regra não está sendo seguida à risca.

Na noite de sábado, Chávez convocou parte dos 10 mil jornalistas correspondentes internacionais para uma coletiva de imprensa. Os opositores não gostaram da decisão e acusaram o presidente-candidato de ignorar as regras impostas pelo Conselho Nacional Eleitoral.

O Aeroporto Internacional de Maiquetía, o mais importante do país, registrou nos últimos dias um grande fluxo: o de venezuelanos que residem fora e que vieram exclusivamente para votar, e o de estrangeiros que estavam no país a trabalho, mas que optaram por viajar temendo convulsões sociais após a divulgação dos resultados da eleição mais importantes dos últimos anos.

 

tags: Eleição - Eleição presidencial - Henrique Capriles - Hugo Chávez - Venezuela
Mais notícias sobre o mesmo assunto
Comentários
Comente este artigo
O conteúdo deste campo é privado e não irá ser exibido publicamente.
To prevent automated spam submissions leave this field empty.
CAPTCHA
Esta pergunta serve para diferenciação entre computadores e humanos contra os ataques de spams. Automated spam submissions.
Close