11 de setembro/atentado - 
Artigo publicado em 18 de Outubro de 2012 - Atualizado em 18 de Outubro de 2012

Após 11 anos, identificada mais uma vítima do atentado de 11/09

As Torres Gêmeas em chamas, no dia 11/09/2001.
As Torres Gêmeas em chamas, no dia 11/09/2001.
Reuters

Onze anos após os atentados de 11 de setembro em Nova York, foram identificados os restos de mais uma vítima, a de número 1634. Trata-se de Anna Laverty, de 52 anos, cuja morte foi confirmada após novos testes, segundo uma fonte médica do serviço legista da cidade de Nova York.

Os atentados contra as Torres Gêmeas provocaram oficialmente 2753 vítimas fatais em Nova York. Nenhum traço jamais foi descoberto sobre 1119 dessas pessoas, ou seja, 41%. Os serviços legistas continuam a trabalhar na difícil tarefa de identificar os 21.817 restos humanos recuperados nas ruínas das torres e nos arredores.

Desde janeiro de 2006, 6314 fragmentos de ossos foram selecionados para novos testes de DNA, assim como 1845 outras partes humanas. Esses exames, junto com novas metodologias, levaram à identificação de 34 pessoas.

No dia 11 de setembro de 2001, quatro aviões, dois da United Airlines e dois da American Airlines, foram sequestrados por terroristas da rede Al Qaeda. Dois aparelhos, um da American e outro da United, foram lançados contra as Torres Gêmeas, em Nova York.

Um terceiro avião da American atingiu o Pentágono, em Washington. O último, da United Airlines, caiu em um campo na Pensilvânia, depois que os passageiros enfrentaram os terroristas. Mais de 3.000 pessoas morreram nesse dia.
 

tags: 11 de Setembro - Al Qaeda - Atentado - Nova York - Torre
Mais notícias sobre o mesmo assunto
Comentários
Comente este artigo
O conteúdo deste campo é privado e não irá ser exibido publicamente.
To prevent automated spam submissions leave this field empty.
CAPTCHA
Esta pergunta serve para diferenciação entre computadores e humanos contra os ataques de spams. Automated spam submissions.
Close