Israel/palestinos - 
Artigo publicado em 19 de Março de 2012 - Atualizado em 19 de Março de 2012

Colonos israelenses se apropriam de água prejudicando palestinos, diz ONU

Campo de trigo na Cisjordânia.
Campo de trigo na Cisjordânia.
Reuters

Colonos israelenses se apropriam de dezenas de recursos de água na Cisjordânia em detrimento da população palestina, afirma o Escritório de coordenação dos assuntos humanitários da ONU (OCHA, na sigla em inglês) em seu relatório publicado nesta segunda-feira, 19.

No documento, a entidade afirma que em 2011 foram identificados 56 fontes de recursos hídricos nas proximidades das colônias que tiveram o acesso proibido aos palestinos através de “atos de intimidação, ameaças e violências cometidas por colonos israelenses”.

De acordo com o documento, em 26 outras fontes, os agricultores e moradores palestinos também denunciaram atos de intimidação por parte de grupos de colonos armados.

Segundo o Escritório da ONU, 93% das fontes se encontram em áreas de controle total dos israelenses e em 84% dos casos, em terras registradas pela administração militar israelense como propriedade privada dos palestinos.

“Sem acesso aos recursos hídricos e às terras nos arredores, o rendimento dos agricultores atingidos foi reduzido o que pode levá-los a abandonar o cultivo da terra ou diminuir a produtividade de suas colheitas”, afirma o relatório. As fontes representam o principal meio de irrigação dos agricultores palestinos, informa o documento.

O Escritório exige ação das autoridades israelenses ara mudar a situação uma vez que os atos atribuídos aos colonos são “ilegais, não somente em relação ao direito internacional mas diante da lei israelense”.

O porta-voz da administração militar israelense nos territórios palestinos, o comandante Guy Inbar, criticopu o estudo considerando-o como “ um relatório parcial, distorcido e cheio de imprecisões”.

Um relatório do parlamento francês, publicado em dezembro, afirma que “Israel mantém uma política de expansão territorial com tendência a se apropriar de fontes de água.”

“Esta política se traduz primeiramente por uma implantação estratégica dos colonos”, estimou o autor do relatório, o deputado socialista e ex-ministro da Agricultura, Jean Glavany.

 

tags: Água - Cisjordânia - Colônias - Israel
Mais notícias sobre o mesmo assunto
Comentários
Comente este artigo
O conteúdo deste campo é privado e não irá ser exibido publicamente.
To prevent automated spam submissions leave this field empty.
CAPTCHA
Esta pergunta serve para diferenciação entre computadores e humanos contra os ataques de spams. Automated spam submissions.
Close