Síria/Rússia - 
Artigo publicado em 17 de Julho de 2012 - Atualizado em 17 de Julho de 2012

Annan tenta convencer Rússia a apoiar resolução sobre Síria na ONU

O presidente russo Vladimir Putin e o enviado da ONU, Kofi Annan, durante encontro desta terça-feira em Moscou.
O presidente russo Vladimir Putin e o enviado da ONU, Kofi Annan, durante encontro desta terça-feira em Moscou.
REUTERS/RIA Novosti/Michael Klimentyev/Pool

RFI

O emissário especial das Nações Unidas e da Liga Árabe para a Síria, Kofi Annan, se reuniu com o presidente russo Vladimir Putin nessa terça-feira em Moscou. Durante o encontro, ele tentou convencer o chefe do Kremlin a aderir ao projeto de resolução contra o regime de Damasco. O presidente e o chefe da diplomacia russo disseram que vão cooperar com a comunidade internacional.

A reunião acontece um dia antes da apresentação pelos ocidentais no Conselho de Segurança da ONU de um novo projeto de resolução ameaçando o regime de Damasco de sanções caso a violência não cesse no país. A Rússia, que faz parte dos cinco membros permanentes do Conselho, já bloqueou, junto com a China, várias tentativas de sanções desde o início dos conflitos em 2011.

Durante o encontro com Putin, Kofi Annan alertou para a gravidade da situação síria que, segundo ele, chegou a um “ponto crítico”. O presidente russo garantiu que Moscou “fará tudo para apoiar os esforços visando restabelecer a paz na Síria”.

Logo após a reunião, o chefe da diplomacia russa confirmou que seu país poderia contribuir com a comunidade internacional. “Não há nenhum motivo para que não possamos chegar a um acordo no Conselho de Segurança. Nós estamos prontos para isso”, disse Sergueï Lavrov.
 

tags: Conselho de Segurança - Rússia - Sanções - Síria
Mais notícias sobre o mesmo assunto
Comentários
Comente este artigo
O conteúdo deste campo é privado e não irá ser exibido publicamente.
To prevent automated spam submissions leave this field empty.
CAPTCHA
Esta pergunta serve para diferenciação entre computadores e humanos contra os ataques de spams. Automated spam submissions.
Close