Últimas notícias
Síria/ violência - 
Artigo publicado em 02 de Agosto de 2012 - Atualizado em 02 de Agosto de 2012

Kofi Annan vai abandonar missão de paz na Síria no fim do mês

Kofi Annan vai deixar a missão no final do mês.
Kofi Annan vai deixar a missão no final do mês.
REUTERS/Denis Balibouse

RFI

O ex-secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU) Kofi Annan deixará o posto de mediador da ONU e da Liga Árabe para o confronto de 17 meses na Síria no fim do mês, disse o atual secretário-geral, Ban Ki-moon, em comunicado nesta quinta-feira. O anúncio acontece em meio ao aumento da violência no país. A comunidade internacional lamentou a demissão do emissário especial. 

"Annan me informou, e ao secretário-geral da Liga de Estados Árabes, Nabil Elaraby, de sua intenção de não renovar seu mandato quando ele vencer em 31 de agosto", disse Ban em comunicado, acrescentando que ele e Elaraby estão conversando sobre a indicação de um sucessor para Annan.

"Kofi Annan merece uma admiração profunda pela forma com que colocou suas habilidades e prestígio a serviço dessa tarefa difícil e potencialmente ingrata", destacou o secretário-geral. Annan foi nomeado para o posto no dia 23 de fevereiro deste ano, para tentar encontrar uma solução diplomática e pacífica para o conflito na Síria. Apesar de obter a assinatura, por parte do regime do presidente Bashar al-Assad, de um plano de paz que previa um cessar-fogo, as armas jamais foram depostas desde o início das revoltas, há um ano e cinco meses.

O embaixador da Rússia na ONU, Vitaly Churkin, declarou lamentar a decisão de Annan. "Entendemos que essa é a decisão dele", disse Churkin a jornalistas. "Lamentamos que ele tenha escolhido fazer isso. Apoiamos fortemente os esforços de Kofi Annan. Ele ainda tem mais um mês de trabalho e espero que esse mês seja usado o mais efetivamente possível diante de tão difíceis circunstâncias."

O diplomata afirmou estar encorajado com o fato de Ban estar buscando um sucessor para Annan. A Rússia tem bloqueado as tentativas do Conselho de Segurança da ONU de impor sanções ao governo sírio, comandado pelo presidente Bashar al-Assad.
 

tags: Bashar al-Assad - Kofi Annan - Negociações de paz - Síria - Violência
Mais notícias sobre o mesmo assunto
Comentários
Comente este artigo
O conteúdo deste campo é privado e não irá ser exibido publicamente.
To prevent automated spam submissions leave this field empty.
CAPTCHA
Esta pergunta serve para diferenciação entre computadores e humanos contra os ataques de spams. Automated spam submissions.
Close