Sudão do Sul/ diplomacia - 
Artigo publicado em 03 de Agosto de 2012 - Atualizado em 03 de Agosto de 2012

Hillary Clinton chega ao Sudão do Sul para visita-relâmpago

Hillary Clinton vai ficar apenas três horas do Sudão do Sul.
Hillary Clinton vai ficar apenas três horas do Sudão do Sul.
REUTERS/Valentin Flauraud

RFI

A secretária de Estado norte-americana Hillary Clinton desembarcou nesta manhã em Juba, capital do Sudão do Sul, para uma rápida visita a esse país criado há pouco mais de um ano. O objetivo é pedir que os lideres sul-sudaneses resolvam o mais rapidamente possível os desacordos com o Sudão, evitando uma guerra entre as duas nações.

A chefe da diplomacia é a personalidade americana mais importante a visitar o país desde sua independência, embora ela deva permanecer apenas três horas no país. Os Estados Unidos apoiaram os rebeldes sulistas durante décadas de guerra civil contra o regime da capital Cartum.

As divergências não foram resolvidas pelo acordo de paz assinado em 2005 entre Cartum e Juba continuam dificultando as relações entre os países e quase os levaram à guerra há algumas semanas. Entre essas questões estão a demarcação da fronteira entre os dois e a divisão das reservas de petróleo.

O ultimato dado pelo Conselho de Segurança da ONU aos dois países para resolver a situação, sob pena de sanções, expirou na noite desta quinta-feira.

tags: Diplomacia - Hillary Clinton - Sudão - Sudão do Sul
Mais notícias sobre o mesmo assunto
Comentários
Comente este artigo
O conteúdo deste campo é privado e não irá ser exibido publicamente.
To prevent automated spam submissions leave this field empty.
CAPTCHA
Esta pergunta serve para diferenciação entre computadores e humanos contra os ataques de spams. Automated spam submissions.
Close