Síria/conflito - 
Artigo publicado em 27 de Agosto de 2012 - Atualizado em 27 de Agosto de 2012

Helicóptero é derrubado por rebeldes sírios no leste de Damasco

Imagens de um vídeo amador mostram a queda do helicóptero na região leste de Damasco nesta segunda-feira.
Imagens de um vídeo amador mostram a queda do helicóptero na região leste de Damasco nesta segunda-feira.
REUTERS/Social Media Website via Reuters TV

RFI

Violentas explosões e disparos foram ouvidos na manhã desta segunda-feira na região leste de Damasco, onde um helicóptero caiu próximo a uma mesquita. A informação foi divulgada pela tevê estatal síria que não forneceu mais detalhes. Uma brigada de rebeldes sírios reivindicou o ataque.

Segundo o Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH), o helicóptero foi derrubado durante uma operação de combates na área. A organização também informou que outros 14 corpos foram descobertos em Daraya, nos arredores de Damasco, alvo de uma ofensiva violenta do exército nos últimos dias.

No domingo, foram encontrados 320 corpos, vítimas de um novo massacre das forças governamentais, de acordo com o OSDH. Rebeldes declararam que os civis foram mortos a sangue frio pelas forças do presidente Bashar Al-Assad, entre eles, muitas mulheres e crianças. O regime informou ter "limpado" a cidade de terroristas.

Turquia interrompe acolhida aos refugiados

A Turquia anunciou no domingo que decidiu interromper temporariamente a acolhida aos refugiados sírios que fogem dos combates. O número de refugiados sírios no país é estimado em 80 mil pessoas.

Cerca de 5 mil pessoas estão bloqueadas na provícia de Kilis e outras 2 mil em um ponto de passagem de Reyhabli, também no sul da Síria, próximo à fronteira com a Turquia.

Segundo um diplomata turco, o país decidiu suspender provisoriamente a acolhida aos refugiados para poder instalar novos acampamentos em condições de recebê-los. A mesma fonte disse à agência AFP que a distribuição de ajuda humanitária continua em territórios desocupados entre os dois países.

Dois novos campos com capacidade para abrigar 10 mil pessoas estão sendo construídos em duas províncias no sul da Turquia. O chanceler turco Ahmet Davotuglu afirmou que seu país não tem condições de acolher mais de 100 mil pessoas e sugeriu a criação de uma zona-tampão sob controle da ONU em território sírio.
 

tags: Bashar al-Assad - Conflito - Damasco - Refugiados - Síria - Turquia - Violência
Mais notícias sobre o mesmo assunto
Comentários
Comente este artigo
O conteúdo deste campo é privado e não irá ser exibido publicamente.
To prevent automated spam submissions leave this field empty.
CAPTCHA
Esta pergunta serve para diferenciação entre computadores e humanos contra os ataques de spams. Automated spam submissions.
Close