Últimas notícias
Síria/crise - 
Artigo publicado em 07 de Setembro de 2012 - Atualizado em 08 de Setembro de 2012

Atentado em Damasco mata cinco e número de refugiados sírios passa dos 200 mil

Refugiados sírios esperam por ajuda na cidade jordaniana de Mafraq
Refugiados sírios esperam por ajuda na cidade jordaniana de Mafraq
REUTERS/Majed Jaber

RFI

Cinco membros do serviço de segurança sírio foram mortos nesta sexta-feira em uma explosão no exterior de uma mesquita, no centro da capital, Damasco. A televisão estatal da Síria qualificou o ato como "terrorismo" e diz que a explosão foi provocada por uma moto, estacionada nas proximidades do templo religioso. Dua horas depois, mais outro atentado foi registrado perto do Palácio da Justiça.

Segundo o Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH), baseado em Londres, a explosão tinha como alvo uma patrulha das forças de segurança. O OSDH, que se baseia em informações enviadas por uma rede de informantes dentro da Síria, confirmou o número de mortos e diz que pelo menos seis pessoas ficaram feridas, a maioria em estado grave.

Duas horas depois deste atentado, mais uma explosão sacudiu a capital da Síria. Um carro bomba teria explodido nas proximidades do Palácio da Justiça e do Ministério da Informação. Muitos carros foram danificados, mas, segundo a televisão síria, não há registro de mortos ou feridos até o momento.
 

União Europeia aumenta envio de ajuda

Os ministros das relações exteriores dos países que formam a União Europeia, reunido em Paphos, no Chipre, anunciaram o desbloqueio de uma ajuda de 50 milhões de euros, mais de 120 milhões de reais em favor dos civis sírios. Segundo a comissária européia para assuntos humanitários, Kristalina Georgieva, " a situação humanitária se agrava à cada dia na Síria desde que as hostilidades se tornaram uma verdadeira guerra civil". A ajuda europeia será destinada para mais de um milhão de sírios, vítimas dos conflitos e também para aqueles que se refugiaram em países vizinhos. Segundo o Alto Comissariado da ONU para refugiados, o número de sírios que fugiram para países vizinhos, como a Turquia, Jordânia e até mesmo o Iraque, passa dos 235 mil. Somente no Iraque, 21 744 sírios desembarcaram em busca de abrigo, por causa dos conflitos. " Precisamos ajudar essas pessoas na região, antes de pensar em transportá-las para outras regiões ou até mesmo para a Europa", afirmou o ministro britânico para as relações exteriores, William Hague.

França e Itália temem pela segurança da Europa

Em uma carta assinada pelos ministros francês e italiano das relações exteriores, Laurent Fabius e Giulio Terzi, um fracasso da comunidade internacional em resolver o impasse na Síria ameaçaria a segurança de todo o continente Europeu." Se nós falharmos, a estabilidade do todo o Oriente Médio estará comprometida, assim como a segurança da Europa, sob todos os aspectos, do terrorismo à proliferação de armas, passando pela imigração", afirmaram os dois ministros, que também propõem uma reunião extraordinária sobre a Síria ainda no mês de setembro, em Nova York.
 

tags: Atentado - Mesquita - ONU - Refugiados - Síria - União Europeia
Mais notícias sobre o mesmo assunto
Comentários
Comente este artigo
O conteúdo deste campo é privado e não irá ser exibido publicamente.
To prevent automated spam submissions leave this field empty.
CAPTCHA
Esta pergunta serve para diferenciação entre computadores e humanos contra os ataques de spams. Automated spam submissions.
Close